s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Manoel Dias da Fonsca Neto
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
mdfonsecan@gmail.com
Biografia

Manoel Dias da Fonsêca Neto

Manoel Dias da Fosêca Neto, Médico formado pela Universidade Federal do Ceará – Brasil – UFC, Especialização em Saúde Pública pela UFC/Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), Especialização em Epidemiologia Universidade Estadual do Ceará – UECE/FIOCRUZ) e Mestre em Gerenciamento de Sistemas Locais de Saúde pelo Istituto Superiore di Sanitá – Roma/Itália. Nasceu em Quixadá-Ceará, estudou no Colégio dos Franciscanos em Canindé e no Seminário da Prainha em Fortaleza. Na Faculdade de Medicina integrou-se às lutas estudantis contra a Ditadura, militou na Ação Popular junto com sua esposa, Iracema Serra Azul, sendo ex-presos políticos e anistiados. Participou do movimento de redemocratização do País.

Foi Secretário de Saúde de Fortaleza e de Beberibe. Teve participação ativa no Movimento da Reforma Sanitária e implantação do Sistema Único de  Saúde-SUS-CE, membro fundador da Escola de Saúde Pública e da coordenação de implantação do Programa de Saúde da Família. Membro da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores-SOBRAMES-CE e titular da Academia Quixadaense de Letras - AQL. Autor, entre outros escritos, dos livros: Desafios para a Saúde Pública do Ceará, Iracema nosso amor, Tempo de Nascer: O Cuidado Humano no Parto e Nascimento, Benditas & Guerreiras, Lendas e Encantos, Baú dos Avós, Fortaleza: Cidade Saudável e Fraterna e Madalena e o Sagrado Feminino.

 

Canção da esperança

 

Hoje eu queria fazer-te uma canção de esperança

e acalentar novos sonhos p`ro amanhã.

A noite não é eterna e o sol sempre espanta

a escuridão e insegurança da ausente luz.

 

Hoje eu queria dizer o quanto te amo!

Teus olhos meigos são um fogo brando,

teu riso – um clarão de boas-vindas;

tua presença amiga – um acalanto.

 

Vem companheira,

vamos fazer do nosso amor

uma canção à vida,

uma fonte de eterna juventude!

 

Mesmo que pedras firam nossos pés

e espinhos rasguem nossa pele,

abriremos novas estradas

e nossos filhos pisarão novos caminhos.

 

No apoio mútuo e na nossa consciência

encontraremos forças renovadas

para o duro trabalho do plantio,

embora que a alegria da melhor colheita

possa não vir a se estampar em nossas faces

e sim no rosto da nova geração,

fruto de nosso amor e de nossas vidas,

sofridas, mutiladas, mas não vencidas.

 

Vem, companheira,

vamos fazer do nosso amor

uma canção de esperança!

 

Manoel Fonseca 08/01/1978

(Livro Iracema Nosso Amor)

 

 

TRÓTULA DE RUGGIERO

 

Na Escola de Salerno, a medicina

Tornou-se referência européia.

Nela a sabedoria feminina

Teve o destaque em solidária teia.

 

O poderoso clero e o androcentrismo

Tentaram intimidar Trótula, a Reitora.

Mas as mulheres médicas e a sua mentora

Venceram, com a ciência, o obscurantismo.

 

Se usavam ópio ao amenizar a dor

Do parto, contrariavam as escrituras,

Pois sofrer é da própria criatura.

 

As Damas de Salerno, sem temor,

Romperam, do sofrimento as barreiras.

Da saúde da mulher, pioneiras.

 

Manoel Fonsêca

Livro Benditas & Guerreiras)

 

 

PICA-PAU REI

 

Com trunfa muito elegante,

cor amarelo dourado,

corpo de pintas brilhantes,

bico pontudo e afiado.

 

Este é o pica-pau rei

lá na serra de Guará,

bica, bica e não se cansa

e depois torna a bicar.

 

O tronco do eucalipto

parece até tamborim,

com repique de levada

em samba de botequim.

 

Brinca de código Morse,

subindo na vertical,

sua música anuncia

a mensagem original.

 

A batida do seu bico,

prestando bem atenção,

é SOS dizendo:

Salve a floresta, irmão!

 

Manoel Fonsêca

(Livro Lendas e Encantos, 2014)

 

 

 

 

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s