s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Maria Clara Segobia [Cnsul - Porto Alegre - Z-SE - RS]
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
O Comeo



Ele chega de mansinho,
vai tomando conta...
comea num olhar...
num sorriso...
uma fala livre descontrada.
Na despedida o interesse...
um outro encontro.
De conversa em conversa,
nos conhecemos.
Sem perceber j percebendo,
fazes parte constante
dos meus pensamentos.
Dou-me conta de tua ausncia
sinto falta de tua presena.
Sorrio toa ao lembrar de ti,
entristeo, quando penso te perder.
Sinal de alerta!!
J no sou mais eu,
estou confusa...
fico parada a pensar no nada,
fico parada a pensar em ti.
Falam, no escuto.
At parece que estou amando!
Amando?! Eu?
Paro, penso...
pura verdade! Descobri!
Estou amando.
Como foi lindo te conhecer,
meu grande AMOR!!

Maria Clara Segobia

Premiado Antologia Insigne Poeta 2002 Shan Editores
_______________


Seres comuns



Somos seres comuns,
Sem direito a sonhar,
A viver em paz, conforto,
Tranqilidade.

H muito no temos nada
Famlia, casa, comida,
Amor, carinho, compreenso.
A vida nos levou tudo
Restam a solido, frustraes.

A dor que sentimos,
Marcamos com dor o caminho.
Culpam-nos, condenam.
No importa! No h futuro,
Alegrias, esperana...

Morremos no dia em que nascemos.
Somos o submundo.
A misria, desgraa humana.

Alguns nascem para viver,
Outros nascem por nascer.
Triste sina esta:
Nunca h encontros,
Apenas desencontros, morte.

Maria Clara Segobia

Perdo

Para minhas filhas, Mrcia, Melissa e todas as mes poetas

Perdo, filha,
pela ausncia
em momentos
que julgas necessrio.

Perdo, filha,
pela falta de tempo,
na correria do dia-a-dia
atrs dos sonhos reconquistados.

Perdo, filha,
por no te esperar todos os dias
com comida pronta,
roupa lavada
casa arejada, cheirosa.

Perdo,
por esperar o tempo todo
um carinho teu.
sei o tempo pouco.

Perdo,
por no estar disponvel
24 horas do dia
sonhando com teu futuro
determinado por tuas aes.

Perdo,
por ter a iluso e o sonho
falar de amor com emoo
tornando-me poeta.

Os sonhos e o sentir
diferem de gerao pra gerao

Perdo, filha,
se s agora, saudosa,
lembro de mim,
sem deixar de
pensar em ti.

Casa do Poeta

Homenagem a Casa do Poeta Riograndense


Se aqui no estivesse.
Em que outro lugar estaria?
Se aqui no estivesse.
Em que outro lugar sonharia?

Aqui o lugar das descobertas.
Dos sonhos na certa,
negados l fora.

Se aqui estou, aprendo...
aprendendo, creso...
crescendo, valorizo,
o espao que encontrei para sonhar.

Hoje estou aqui,
muitos outros j estiveram,
muitos outros ho de passar.

Aqui o comeo...

Quem realizaria
os meus pequenos sonhos?

Aqui o caminho que todos
passaram e aprenderam.

Esqueceram! No importa!

Mas se aqui no estivesse!
Onde estaria?

Maria Clara Segobia





Biografia:

Maria Clara Lopes Segobia
nasceu no dia 17/08/49 em porto Alegre, Rio Grande do Sul. Formada em pedagogia educacional e prtica de ensino em Filosofia, Didtica e |Psicologia da Educao. Aposentada da FEBEM desde 1999. Publicou algumas poesia no jornal da Associao dos funcionrios da FEBEM, AFUFE e no jornal Zero-hora,Almanaque gacho.Participou de algumas Coletneas. Foi classificada no concurso Insigne Poeta da editora Shan, 2002 e em Fortaleza, Destaque Brasil 10 anos qualidade internacional, por atividades culturais em So Paulo, no programa

Projeo na TV.Faz parte da Associao Nacional dos Jornalistas e Comunicadores de Eventos Culturais e Tursticos,ANJEC,em SP, no cargo de diretora de eventos.Em viagem Paris, 2005, fez coberturas tursticas e culturais, SP.Em 2003, 2004 e 2005 participou do, Festival Brasileiro de Poesia,Movimento Potico Nacional,SP representando Nelson fachinelli. Agosto em viagem para Goinia representou a Poebras, recebendo o ttulo de Delegada Especial pelo Coordenador, Dr. Joaquim Moncks em todas as entidades culturais em nome da Casa do Poeta Brasileiro. Em 2004 foi jurada do Aorianos da Literatura pela Associao Literria Gacha. Participou do XI ,Xll, Xlll e XVl Congresso Brasileiro de Poesia, Encontro Latino Americano em Bento Gonalves, sob a coordenao de Ademir Bacca A convite de Rogrio Salgado participou do Belo Potico em Belo Horizonte em 2006. Participou doFestival Latinoamericano de Arte[ Argentina de 10 a 17 de dezembro de 2006. Coordenou a Antologia em Prosa & Verso em homenagem Nelson Fachinelli em 2005. Criou o Trofu Nelson Fachinelli Operrio das Letras . Convidada por Delasnive Daspet, Embaixadora Universal da Paz e Embaixadora dos Poetas Del Mundo no Brasil a fazer parte dos Poetas Del Mundo no cargo de Cnsul dos Poetas Del Mundo. Pertence a Academia Literria Gacha,Academia de Artes Cincias e Letras Castro Alves, Movimento Potico Nacional de So Paulo, Casa do Poeta Lampio de Gs e Casa do Poeta Riograndense .



mclsegobia@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s