s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Rick Jones Anderson
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
rickjones.45@hotmail.com
Biografia

Rick Jones Anderson

Natural de Santos (Nasceu em 1961), o Cantor, Músico, Compositor e Poeta Rick Jones Anderson (Luiz Ricardo Quintanilha Torres) foi fundador ainda no final dos Anos 70 da Banda Progressiva Santista “Através do Atlântico Num Barco de Papel” e da Pop “Flor de Lis” nos Anos 80, onde teve muitas composições suas circulando nos Festivais de São Paulo e Interior. Nos Anos 80 fez parte do Grupo “Mensagem” que tocava pelas Noites da Baixada. Nos anos 90 Teve uma Rápida Passagem como Vocalista na Banda Recordando o Vale das Maçãs, também de Santos. Já nos anos 2000, Tocou pelas noites do Interior Paulista com o Trio Mistura Fina, onde era responsável Pelo Baixo, Guitarra e Vocais. Tem uma Fanpage no Facebook com mais de 5000 Seguidores ode mostra seus poemas, pensamentos e canções (“Música e Poesia de Rick Jones Anderson”) e outra onde mostra seu lado jornalístico (“Exótica”) além de um Canal no Youtube onde Mostra seu lado de Interpretação e Composição.

Também escreve para o “Recanto das Letras” e “O Pensador”

 

“Minha Festa” 

“Se uma “Grande Festa”, eu for fazer...
Um pouco Desigual, terá de ser...

Não é preciso Alarde... Nem Esborniar...
Nem perder a Serenidade...
Tampouco se Embebedar...

Seria perfeito uma lha... Uma Beira-Mar...
Também um Violão... Pra te solfejar...

Narrar-te-ia  Poesia... À Luz do Luar...
E a tua Bela Face... Acalentar...

De repente um Pretexto... Pra te Abraçar...
Me deitar no teu Seio... E te “Tocar”...

Finalmente, um Beijo... Depois te Amar...
E adormecer na Bonança...
Do teu Olhar...


(Rick Jones Anderson) 

 

 “O Sol e a Semente”

“Do Nascer do Sol,Gerou-se o Dourado...
Do Dourado, Pintou-se um Berço...
No Berço, Repousou Uma Criança...
A Criança se fez Menina...
A Menina se fez Mulher...
A Mulher Teve Nome de Santa...
Santa Aparecida de Matos...
A Santa que era Edna...
Edna, que se deu em Pecado...
O Pecado que Virou amor...
O Amor que Gerou uma Semente...
A Semente que se fez Criança...
A Criança que não Dorme no Berço...
O Berço que Espelhou o Dourado...
O Dourado que Emana do Sol...
O Sol que um Dia Há de se Pôr...
Mais que Haverá de Renascer...
Como o Amor... Como a Mulher...

Como a Criança...!”

 

(Rick Jones Anderson) 

 

“Teu Beijo... Teu Corpo... Tua Alma...” 

Olhares Ávidos... Pernas que Tremelicam...
Choro da Alma... Por Medos que ficam...
Medo da Perda... Da Solidão...
Do “Nunca mais”... Dor no Coração...

Saudade do Gosto, da Seiva Lasciva...
Saudade do Cheiro, da Expectativa...
Do Toque, do Abraço... Inflamado... Carente
Também do Amasso... Desvairado... Urgente...

Quisera tua Alma ser Menos Pedante...
Menos Presumida sem tanta Vaidade...
E quando eu, Lembrar Disso... Ate Nesse Instante...
Ficarei Lembrando... Com Muita Saudade!

 

(Rick Jones Anderson) 

 

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s