s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Neusa Rocha Miguel de Mendona
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
neusa_rochamendona@yahoo.com
Biografia

Neusa Rocha Miguel de Mendonça

Nascida em Arapongas aos 20 de outubro 1967 na cidade de Arapongas – Paraná

Atualmente morando em Marília – São Paulo, casada com o pecuarista, empresário e advogado Julio César Miguel de Mendonça.

Casei-me aos 16 anos de idade tenho dois filhos maravilhosos que são a razão do meu existir Danilo formou-se em medicina em 2011 e Bruno César também cursando medicina terceiro ano.

Sou terapeuta formada pela faculdade de Ensino Universidade Unimar de Marília – São Paulo, sou formada também Artes Plásticas e terminando Medicina da Estética em Marília – SP na Universidade de Ensino Unimar.

Escrevo poesia desde tenra idade participei de várias Antologias nacionais e internacionais.

Escrevo várias categorias, sendo que os temas que mais gosto de escrever são: romance, auto-ajuda e orações que estão inclusive no Livro Silêncio da Alma editado em 2012

Participo do Lions Clube Augustin Soliva, faço vários trabalhos de terapia ocupacional aos mais necessitados tais como idosos, crianças vitimas de violência sexual e maus tratos e usuário de drogas, soro positivo e sou voluntária no serviço de proteção aos animais abandonados, no inverno faço entregas de cobertores e sopa para os moradores de rua, em 2007 na enchente que alagou levando casas família em Palhoça – Santa Catarina, foi uma das atividades que mais marcou minha vida estive lá junto com dois caminhões que consegui arrecadando rações e água para os animais, as pessoas estavam viradas para o ser humano sobravam muitas doações do Brasil todo eu me preocupei com os animais alagados esse foi um trabalho que marcou minha vida e o corre, corre com os soros positivos tenho cinco famílias que adotei faço bingo, bazares beneficentes para comprar alimentos e medicamentos, fiquei desde os doze anos de idade dentro de uma casa para idosos por vinte anos cortando cabelos, unhas e ouvindo cada um (a) meus filhos foram criados junto comigo ajudando e hoje agradeço Deus, pois tenho muito mais que mereço ter, todos os trabalhos são feito por mim sem agregar nenhuma instituição faço por amor ao próximo

Um Poema do meu livro Silêncio da Alma

 

Retalhos da Alma

 

 Restam-me apenas os fiapos, os retalhos

 De minha alma, as migalhas que cai de

Uma mesa farta, as sobras, os restos

     Pois, pobre estou caída na rua, nua e crua

 

  Sinto vergonha de mim, sinto o rasgar de

      Minha carne sinto o vermelho do meu rosto

       Se destacar, no vazio desta vida, vida sofrida

   Mas calo-me diante da realidade deste mundo

 

   Mundo este que esvaziaste tudo de bom que

              Tinha dentro de mim, dentro de minhas entranhas.

        Hoje vivo a vagar pelas ruas de uma cidade que

   Não existe que criei dentro de minhas ilusões

 

   Mas parada estou, sem saber que lado seguir

           Se fico estacionada no tempo ou se sigo em frente

         Estou sem direção, sem um guia, sem rumo certo

   Mas continuo seguindo a rota que tracei para

                        Minha vida, para os dias que hei de viver                           

 

Dias frios como o vagar de minhas imaginações

Como o grito parado dentro de um peito dilacerado

Resta-me apenas o amargo vazio da solidão

Onde chora minha alma, geme meu coração

Esperança, não sei, será que há!!! 

 

Deus...

 

Dai-me o poder de não desanimar
De poder olhar para o futuro com alegria
De esperar todos os dias algo de bom...
Deus...
Não me deixe desistir
Levante-me os olhos para a vida,
e que ela possa me parecer linda sempre.
Deus...
Não permita que eu saia do meu caminho,
mesmo ele estando em dificuldades,
mesmo que pareça impossível chegar ao fim.
Meu querido Deus...
Não deixe que eu me esvazie,
que me sinta triste e sem coragem.
Não deixe que eu pare

diante de situações difíceis...
Que eu me distancie dos meus sonhos!
Deus...
Só o Senhor tem o poder de me iluminar,
então, faça da minha vida uma claridade plena,
faça que meu coração sinta a luz do amor,
e que eu possa dar amor ao meu irmão
sem medir esforços.
Deus meu...
Eis uma filha sua implorando ajuda,
pois sem a sua mão estendida,

nada neste mundo pode ser perfeito.
Por isso, venho aos seus pés e peço:
- Me dê a chance de acertar,

de lhe dar orgulho em ser do seu reino,
de saber o seu valor.

Deus dê-me o dom de aceitar as coisas

com sabedoria, fazer somente sua vontade

que as pessoas possam ver-me como

sou carente e triste, mas que respeite

minha tristeza, não me consolando

apenas me olhando sem questionar nada.

Deus mostre-me o caminho para a felicidade

pois me sinto fraca e infeliz, a ponto de desejar

desistir dos meus objetivos, ir para bem longe

dos que me amam verdadeiramente, e dos

que pensam me amar...

Ah! Deus dai-me a certeza que Tu me amas

me mostre o caminho da felicidade, pois

não sinto mas meus pés nesta estrada

Deus onde Tu estas longe de meu alcance!

OH! Deus não me desampare por favor

Venha ao meu encontro estou muito só.

Deus não me deixe desistir de tuas obras

por favor Deus preciso de colo...

Deus Tu és minha rocha minha fortaleza

Só tenho no nome Rocha, mas me sinto

um grão de areia .

Mas Deus
Lhe peço ainda:
- Não me deixe parar nunca, e
que minhas esperanças se renovem a cada dia!

Amém...

 

Boneca de Pano

 

Sou um trapo jogado

Remendado com fiapos

Uma boneca de pano humilhada

Pelos maltrato

Boneca que um dia foi de louça

Cheia de jóias caras

Uma deusa em forma de moça

Que hoje grita STOP para

 

Eu ainda estou viva

Estou caída no chão

Não sou mais aquela diva

Mas ainda tenho coração

Que bate neste descompasso

E neste grito alucinante

Peço somente um abraço

Nem que for um instante

 

Boneca de pano esta morrendo

Aos poucos neste abandono

Sozinha calada apenas sofrendo

Nesta tarde fria de outono.

 

Neusa Mendonça 

Marília - SP

 

 

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s