s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Valleria Gurgel Valle
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
vallecrisgur@yahoo.com.br
Biografia

Valleria Gurgel

É historiadora,escritora romancista, colunista do jornal “A Gazeta” da região dos Inconfidentes em Minas Gerais e da Revista Quimera na Argentina. Cronista, poetisa, violonista, cantora,compositora, professora de musica e história e trabalha com musicoterapia com as crianças portadoras de necessidades especiais da APAE e CAPS.Leciona também em escolas da rede municipal.
Nascida na cidade de Nova Lima, Minas Gerais – Brasil, aos 28 de Março de 1970, atualmente reside em Itabirito, Minas Gerais.

Desde os seus quatro anos de idade já despertava para os dons artísticos tocando um pequeno piano.

Aos onze anos começou a escrever seu primeiro livro.
Contando hoje com dez livros escritos. Dois publicados através de leis de incentivo à cultura. E um independente. Dentre eles, romances, crônicas, contos, sonetos, poemas, frases, pensamentos, prosas poéticas, poetrix e haikais.
Algumas de suas obras ainda são inéditas.
Algumas editadas  em coletâneas literárias brasileiras e em outros países.
Possui também em torno de 50 composições musicais e algumas já gravadas em  CDs lançados por intérpretes mineiros.

Aos treze anos de idade já dava aulas de violão e aos quinze tocava em barzinhos e restaurantes por várias cidades mineiras.
Em 1985 a 1987 fez parte  do Grupo Teatral Minas Artes Gerais,“Os Alegríssimos” onde interpretava personagens dos clássicos infantis “Chapeuzinho Vermelho”, “Cinderela” e “Emília” do Sítio do Pica-Pau Amarelo.

Cursou violão, teoria musical, solfejo e canto na EFAP em Belo Horizonte.
Já em 1998, participou do 1° Show de Talentos na casa de Cultura Maestro D’ungas da cidade de Itabirito, onde apresentou junto com vários artistas da região.
Participou com duas de suas composições musicais na Mostra do “Circuito VDL de Arte e cultura”. E no Festival do Pequi em 2007em Montes Claros – Minas Gerais, com a canção “Reencontro” e “Minas de Minas”  de sua autoria.


Em 21 de Agosto de 2010 foi condecorada com o título "Gente de expressão 2010” do estado de Minas Gerais na categoria "Escritora". O evento aconteceu no Salão "Espelho d\'água" do Iate Tênis Clube de Belo Horizonte  em Minas Gerais, na Noite Dourada da Sociedade Mineira.

Teve uma de suas composições musicais, selecionada no Festival da ARPUB (Associação das rádios públicas do Brasil)Ficando  entre as melhores de Minas Gerais. Música "Chega de perdão" na categoria samba.

Ainda em 2010, teve a aprovação do projeto de edição de mais um de seus romances/ficção, “ Amor de um sonho real, uma história que a Baviera não contou” pela lei Municipal de Incentivo à Cultura de Itabirito.

Em 2011 participou do Salão Internacional do livro de Foz do Iguaçu, lançando uma de suas obras literárias "Onde rolam as cascatas", Um romance/ficção onde as Cataratas do Iguaçu se tornaram palco do desenrolar de toda essa trama de amor e ódio!Sendo o livro mais vendido da feira do livro.
A partir de então, tem recebido  convites para participar de diversos encontros e eventos  em vários estados brasileiros e outros países.

 Em Outubro de 2012  esteve presente no
IX Encuentro literário Internacional  Cataratas del Iguazu
"Salvador Lentini Fraga"del Taller la Araucaria de Puerto Iguazu. Missiones, Republica Argentina.
Representando o Brasil/Minas Gerais com a minha  obra literária "Onde rolam as cascatas"
Uma ficção das cataratas de Iguaçu.
Obra essa, que está em processo de adaptação para o cinema.

Foi convidada pela Universidade do México, a representar a casa Del poeta peruano do Brasil, no México em Maio de 2013.Onde foi lançado uma antologia poética “ Los dias que se incienden” Em espanhol.

  Lança agora em 2013  mais dois livros; um romance histórico “ Amor de um sonho real, uma história que a Baviera não contou”  e um  livro  de crônicas “Reflexão cronica”,onde  pretende reunir  as 100 cronicas mais lidas, publicadas no jornal, onde é colunista.
Atualmente é presidente oficial da "Casa del poeta peruano do Brasil.

É representante da Senal televisiva do Peru no Brasil, Olandina TV.
Embaixadora da paz e delegada da CONBLA "Confederação brasileira de letras e artes".

Sites: www.casadelpoetaperuanobrasil.webnode.com

www.valleriagurgel.com

Email: vallecrisgur@yahoo.com.br

 

 

Minas de Minas
[Poema musicado]

Minha terra ! É tão bela!
Tem florestas tem montanhas e tem pardais.

Minha terra! Tem capelas!
Tem riqueza, tem cultura e ancestrais.

Minha terra é Minas, é Minas Gerais!
Minha terra é Minas, em Minas Gerais.
Êh Minas! Tem minas, em Minas Gerais!
Tem um belo horizonte em Minas Gerais.

Minha terra! Tem valores!
Tem história, tem cantores, brilho total!
Minha terra! Tem estrelas!
Tem beleza, cheiro de mato, gosto de fato de natureza.

Em minas tem minas, tem Minas Gerais!
Tem Belo Horizonte em Minas Gerais.
Êh Minas! Tem minas, em Minas Gerais!
Tem um belo horizonte em Minas Gerais.

Minha terra é Minas, é Minas Gerais!
Minha terra é Minas, é Minas Gerais.
Êh Minas! Tem minas em Minas Gerais
Tem Belo Horizonte em Minas Gerais.

Valleria Gurgel

CULTIVE TEU JARDIM

Se
Negarem
Um conselho?
Plante um beijo!
E se não te abrirem
Um sorriso? Plante um lírio!
Trataram-te com pouco caso?
Plante um cravo!
Fecharam-te as portas?
Plante rosas!

Se não
Te querem bem,
Te entristeces, desarranja
A tua guarida? Margaridas!
Sofrestes injúrias?
Plante petúnias!
Ferido coração?
Sofres o mal da desilusão?
Só mesmo a flor do manjericão!

Alguém te fez raiva, estás cansado
Dos labores? Plante dálias,
De todas as cores!
A dor de ser traído
Invadiu a sua jazida?
Isso só cura com perfume
De orquídeas! E para curar saudade
De quem foi embora p\\\'ras bandas de lá?
Só mesmo um lindo pé-de-manacá!

P\\\'rá enfrentar
O mal do ciúme?
Copo-de-leite e gardênia
Exalando o seu suave perfume!
E a magia brilhante dos vaga-lumes!
Impaciência p\\\'rá tudo o que não
Se resolve já? Com a doçura
Da flor-do-maracujá!
E para aqueles descrentes,
Que não sonham e vivem sem ânimo?
Eis a flor do gerânio!
Para viver feliz com alguém
Sem defeito? Ah! É só o amor- perfeito!
Para você, para eles, para todos aqueles
Que desejam amor eterno e sem fim...
E até mesmo prá mim!
É a flor do jasmim!!!
Plante sempre flores!
Na alegria e nas dores...
E sua vida, mesmo em dissabores,
Pode se transformar num belo jardim!!!

Valleria Gurgel

Velho?! É o tataravô do seu bisavô

E lá vou eu por essa estrada... Desafiando a multidão, passos lentos, bem sei!
Mas ainda, não me cansei de viver com emoção.
Não me venha com essa armadilha de achar que eu tô morrendo, pois eu ainda nem tô sofrendo do mal da solidão!
Eu tenho um bom coração!
Não tenho medo meu irmão!
A vida é tão bela! E eu ainda gosto tanto dela,
Não me traga desilusão.
Pra quem pensa que na velhice somos como um carro velho abandonado num galpão,
Enganas meu cidadão!
Tu não sabes nada, não!
A idade traz novidades que os dias não têm capacidade de medir a percepção.
Temos histórias pra contar, exemplos pra deixar pro mundo encontrar.
Temos energia impregnada, família criada e netos para espiar.
Os olhos não querem ver o mundo desmerecer o valor da maturidade, que melhor que se ter idade é vencer a vaidade do fundo de uma verdade, que ensina a humanidade, que hoje vive a mocidade.
\\\'O futuro lhes espera, e colherás na primavera a semente de suas ações.\\\'

Valleria Gurgel


 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s