s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Josuel Santos da Trindade
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

VIVER AMANHÃ É MUITO TARDE, VIVA HOJE!!!

Eu sou alguém que \'você conhece\', mas não \'se deixa conhecer\'...
Eu sou um livro aberto, mas com a gramática atualizada...
Eu sou uma escada sem fim...
Eu sou um imaginário a imaginar...
Eu sou uma consequência consequente...
Eu sou um choque sem eletricidade...
Eu sou um caminho a caminhar...
Eu sou uma história a ser lida, com um final para terminar...
Eu sou alguém que busca ajuda, Mas eu também sou alguém que gosta de ajudar...
Eu sou um tesouro a ser descoberto, e só você descobrirá...
ENFIM VIVER É ALGO QUE EU NÃO DESPERDIÇO... AMAR? É FUNDAMENTAL EM MEU SER, NÃO VIVO SEM O AMOR, ALIÁS, NINGUEM VIVE... TRISTE? AS VEZES, MAS PASSA... ALEGRE? MESMO TRISTE AINDA DEMONSTRO O CONTRARIO...POIS O QUE EU NÃO GOSTO PARA MIM, NÃO DESEJO TRANSMITIR AOS OUTROS... E SE ME PERGUNTAS SE EU SOU FELIZ COM A VIDA QUE TENHO, RESPONDO-LHES QUE SIM, APENAS FALTA-ME UM COMPLEMENTO...

VOCÊ!

by: Josuel Santos

**************************
ALGUMAS DEFINIÇÕES PARA O AMOR...

* QUANDO SEU MUNDO PARECER ESTÁ DANDO VOLTAS EM TORNO DE APENAS UM PONTINHO TRACEJADO EM SEU CORAÇÃO, ISSO PODE SER AMOR...

* QUANDO VOCÊ SENTIR-SE QUE ESTÁ LEVE E ATÉ PARECE QUE VAI VOAR, PENSANDO EM DESLOCAR-SE PARA UM AMBIENTE EM Q A PRESENÇA DE FAVORÁVEIS PERSONALIDADES FAR-SE-Á CONSTANTE EM SUA MENTE; ISSO PODE SER AMOR...

* QUANDO NADA Q LHES FALAREM LHES PERTURBE, NÃO DEIXANDO-SE LEVAR POR UM SENTIMENTO INTRANSIGENTE, Q AFLIGE O SEU CORAÇÃO; ISSO PODE SER AMOR...

QUANDO O CÉU PARECE ESTÁ BEM PROXIMO DE SEUS OLHOS, VISIVELMENTE E VOCÊ NOTA UMA BELEZA AFLUENTE; ISSO PODE SER AMOR...

PODEM-SE EXISTIR INÚMERAS COMPARAÇÕES E EXPLICAÇÕES, MAS...

PARA MIM, O AMOR RESUME-SE EM VIVER ALGO QUE NUNCA FOI VIVIDO, UMA SENTIMENTO ABUNDANTE COM UM DESEJO DE PROXIMIDADE, RESUME-SE EM TROCA DE CARINHO E VIVÊNCIA, PARA MIM, NÃO IMPORTA O TEMPO, NEM A DISTÂNCIA, PORQUE O AMOR NÃO SE CONTA POR SEGUNDOS, NEM É MEDIDO POR METROS...
ELE SÓ PODE SER SENTIDO, QUANDO ENCONTRAMOS UM ELO CONSTANTE, Q ATRAI-SE POR RETRAÇÕES DE MESMO SENTIMENTO BUSCANDO UM MESMO SENTIDO... PARA MIM AMAR... É TUDO O Q FALEI E ESTOU VIVENDO, POIS NUNCA SENTI ALGO IGUAL... O AMOR EXISTE POR MEIO DE UM PORÉM, POR MEIO DE UM PORQUE, POIS TUDO É UM QUESTIONAMENTO... MAS A REALIDADE DE \'DESEJAR\', \'QUERER\', E \'PODER\', SÃO BASTANTE DIFERENTES UMA DA OUTRA.
MAS O AMOR TAMBÉM É UMA COISA IMPORTANTE:

...S A C R I F Í C I O...

E QUEM AMA NUNCA QUER O MAL, POR ISSO DESEJO A TODO MOMENTO, E A TODO INSTANTE Q A SUA VIDA SEJA REPLETA DE SONHOS E TODOS ESTES SONHOS BREVIAMENTE REALIZADOS, GOSTARIA DE PODER PARTICIPAR DOS MESMOS ESTÁ AO LADO E DIVIDI-LOS, MAS FICAREI NA ARQUIBANCADA GRITANDO PELA SUA VITÓRIA E TORCENDO PELO SEU SUCESSO, EM TODOS OS ASPECTOS, SEJAM ELES PROFISSIONAIS, SAÚDE, MATERIAS, E O PRINCIPAL E MAIS COMENTADO \'AMOR\', QUE É O QUE MAIS IMPORTANTE NESTE MUNDO EM QUE CHAMAMOS DE VIDA!

by: Josuel Santos

***************************

ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA - LEI ÁUREA

Começo, pois a contar,
Da escravatura a abolição;
História de fato que também transcorrida,
Da nossa região.

Na época que os portugueses,
Começaram no Brasil a sua colonização;
Não existia mão-de-obra,
Então apelavam para a escravidão.

Porém vieram a começar,
Por àqueles que aqui já se encontravam;
Coitados dos pobres índios,
Nas lavouras, muito trabalhavam.

Mas já havia quem lutasse,
Por àqueles que não podiam se defender;
Os religiosos tomaram a frente,
E não deixaram mais a coisa acontecer.

Aí os portugueses,
Não vendo outra solução;
Começaram a fazer o mesmo que os europeus,
Exportando da África a \'matéria\' da escravidão.

E foi assim,
Que infelizmente a escravidão no Brasil,
Veio a se espalhar;
Começando assim uma triste história,
Que agora vamos relembrar.

Os negros trazidos da África,
Eram transportados maleficamente;
Dentro dos porões dos navios negreiros,
De forma bastante inconveniente.

Acorrentados e presos por malévolos,
Para muitos deles isto era uma passagem;
Por isso também, os navios eram chamados de \'tumbeiros\',
Pois a morte era uma comum conseqüência nesta trágica viagem.

Os que conseguiam sobreviver,
Após serem desembarcados;
Eram comprados por senhores de engenhos,
Para começar a serem maltratados.

Apesar desta prática,
Na época ser considerada normal;
Havia também quem era contra,
A este abuso banal.

Assim eram chamados,
De abolicionistas;
Lutavam para combater,
Aqueles pontos de vista.

Mas mesmo com esta persistência,
Nem tão cedo isto veio a mudar;
Passaram-se quase 300 anos,
Sofridos a lutar.

O fator principal,
Que na época manteve a escravidão;
Foi o econômico,
Que era o \'combustível\' desta exploração.

A economia do país só contava,
Com este trabalho da escravidão;
Para as tarefas pesadas da roça,
Sem abnegação.

As providências para a libertação,
Lentamente iriam ser tomadas;
Pois o processo era complicado,
Ou a situação iria ser agravada.

A partir de 1870,
No Sul do país passou-se a empregar;
Assalariados brasileiros, imigrantes e estrangeiros,
Para começar.

No Norte as usinas,
Substituíram os engenhos primitivos;
Diminuindo a necessidade de trabalhos escravos,
Totalmente exaustivos.

Enquanto nas principais cidades,
O desejo só vinha a aumentar;
Da chegada de indústrias,
Para a situação também melhorar.

Visando não causar prejuízo,
Ao grande proprietário;
O governo foi conseguindo seus objetivos aos poucos,
Pela Inglaterra, pressionado os deixando como \'loucos\'.

O primeiro passo foi dado,
No ano de 1850 a se propagar;
Com a extinção do tráfico negreiro,
Que muito veio a beneficiar.

Vinte anos mais tarde,
Uma lei foi declarada;
Chamada Lei do Ventre Livre,
Que aos novos filhos dos escravos beneficiava.

Ficavam livres os filhos de escravos,
Que nascessem a partir de sua promulgação;
Assim estariam livres,
Para fazerem qualquer opção.

Em 1885,
Foi aprovada a lei Saraiva-Cotegipe ou dos Sexagenários;
Que beneficiava os negros com mais de 65 anos de idade,
A \'viverem livre\' para cultivarem paz e prosperidade.

E finalmente a tão sonhada liberdade,
Estava próxima a acontecer;
Um sinal de vida para os negros,
Que não iriam perecer.

Foi em 13 de maio de 1888,
Através da Lei Áurea;
Que o pesadelo dos negros no Brasil supostamente acabou,
Quando a Princesa Isabel finalizou.

Enfim estavam livres,
De tanta sofreguidão;
Onde a Heroína foi a Princesa Isabel,
Que aboliu a ESCRAVIDÃO.

*****************************

TODOS OS DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS A:
JOSUEL SANTOS DA TRINDADE


biografia:

JOSUEL SANTOS DA TRINDADE;


Nacido em 30 de agosto de 1987 na cidade de Parelhas-RN, Brasil. Solteiro, 22 anos, graduando em administração, escritor semi-profissional, e faturista por profissão.
POSSUO VÁRIAS ÓBRAS REGISTRADAS, PORÉM AINDA NÃO OBTIVE NENHUM RECURSO PRÓPRIO PARA DIVULGAÇÃO DAS MESMAS POR MEIO DA MÍDIA IMPRESSA.
www.recantodasletras.com.br/autores/josuelsantos

ESSA É MINHA ESCRIVANINHA, QUEM PUDER VISITAR, EU AGRADEÇO.

FORTE ABRAÇO A TODOS OS VISITANTES.

SEJAM BEM VINDOS E VOLTEM SEMPRE QUE QUISEREM!

josueltrindade@gmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s