s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Janete Martins Medeiros
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
AD venture

Um olhar de candura
Voz tnue de pssaro em liberdade
Seus lbios tecem palavras
Que cosem as lgrimas e o espanto
No toque aveludado est a infncia
Ou a carcia esperada de um amante

Se faz bssola na descoberta do horizonte
foriza de forma mgica
Um alicerce vtreo na firmeza do mrmore

No semblante o brilho ntido da esmeralda
Na deciso a fora natural do que perdoa
No abrao o calor da f na vida

Quem permanece na sua presena
Sente o aconchego do amor materno
A clausura do que deseja se manter
Cativo
Porque o amor um clice de partilha
E a amizade a rvore da conexo
Por mais frgil que possa nascer
Se regada sempre ser frondosa
E sob sua sombra descansa a alegria

Como poeta trago nas asas o sonho
Para dividir com suas verdades
Pois no cofre da esperana pulula
Os mistrios
E s quem tem a chave da emoo
capaz de desvendar os segredos
Dessa felicidade.

Janete Medeiros. 07



MINHA ME + 08/07/05

Noite

Entre seus vazios me procura

Persegue meus rastros, meus sonhos
Vocifera as nesgas do meu medo
Controla em mim a adrenalina

Seca todas as minhas lgrimas
Sopra brisa e tempestades no meu destino
Retira do meu ventre... o desejo
Amarfanhado dos braos de Dionsio
Enquanto a prpria Minerva
Espalha sua sanha em minhas artrias

O ego solua o beijo da lua
Mas dipo sopra um nevoeiro de cimes
O inverno se apossa do meu peito
A neve se esconde nos meus caracis senis
chegada a hora dos pntanos
A solido estende a alcova e convida
Sinto me arrastar por bilhes de eltrons

Todas as sombras se fazem cadavricas
E interrogam se meu dia foi bom
A noite desce sua cortina de sortilgios
E escurece o olho da vida
A f adormece no lodo subcutneo
E a alma vaga no alm fsico

A noite jaz tudo

JANETE MEDEIROS


COMO EFLORESCER?

Quando o sonho floresce
que uma semente foi semeada
E a germinao garantiu-se
Hoje, nesse jardim variedades predominam
Porm as avencas ainda vicejam
E nunca produzem flores e frutos
A esperana sem haste de segurana
apenas nau sem porto seguro

Ah! Inspirao!! Matria-prima do saber
Nutrir suas razes necessrio
Mas a emoo lagarto ao sol
Aquece os neurnios porm no reproduz
E a razo enrijecida do frio adormece
Na lentido do caminhar humano

Emissor de vida sem canal de mensagem
E a intertextualizao em sons guturais
Ainda nas veredas visualiza sarjetas
Como discenir flores entre os detritos?

S florescem os sonhos
A realidade est em coma

Biografia:
Janete Martins Medeiros


Janete Martins Medeiros nascida a 25 de fevereiro de 1968. Filha de Quirinpolis e com imenso orgulho dessa goianidade. Cursou todo o ensino fundamental e mdio em escola pblica e se vangloria disso, pois exemplo de que a diferena no est no poder monetrio e sim no desejo e perseverana de grandes conquistas. Fez Letras na FECLQ e sempre acreditou que essas coisas de letras lhe traria a senha dos cofres culturais que enriquecem a vida. Fez ps graduao em Mtodos e Tcnicas de Ensino e tambm Literatura. professora estadual desde 1986 e em 1996 entra para o quadro da FECLQ, hoje UEG. Em 1990 aluna universitria recebe o primeiro lugar no concurso de poesia realizado pela faculdade e ainda no curso de letras traz tona PTALAS seu primeiro grito literrio e potico que ganhou corpo aqui mesmo na grfica de Quirinpolis e em 2002 publica O INFINITO CAMUFLADO, prefaciado por Brasigis Felcio, escritor goiano. Tem participao no livro publicado pela litteris O QUE AS MULHERES ESTO ESCREVENDO/ O QUE OS HOMENS ESTO ESCREVENDO. Em 2006 faz mestrado em Psicanlise Educao e Sociedade e em 2008 recebe o prmio de participao do centenrio de Machado de Assis da ABL [ Academia Brasileira de Letras ] no Rio e tem seu texto publicado na antologia dos 100 melhores textos sobre Machado, lembrando que houve quase 40.000 textos em participao. membro da ALESG [ Academia de Letras do Extremo Sudoeste Goiano] e acaba de entrar para Poetas del Mundo. Sempre vasculhando o segredo das palavras para expor nas pginas da vida o sentimento do mundo.

Possui graduao em Letras pela Universidade Estadual de Goias [1991], especializao em Literatura Brasileira pela Universo [1996] e especializao em Metodos e Tecnicas de Ensino pela Universo [1994] . Mestre em Educao E Psicanalise, pelo Instituto Superior de Educao e Teologia, INSET. Autora de O Infinito Camuflado. 1. ed. Goinia-GO: Kelps, 2002. E de A Estranheza causada pelo texto potico ao leitor.

Premiada no Concurso de Poesia da UEG em 1991. Atualmente funcionrio da Universidade Estadual de Goias. Tem experincia profissional na rea de Letras, com nfase em Lngua Portuguesa, lecionando, entre outras matrias ou disciplinas, Literatura Brasileira, Literatura Portuguesa, Literatura Goiana, Teoria da Literatura, Literatura Infanto-Juvenil e Cultura.

Quirinpolis - GO

e-mail.:
janetem2@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s