s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Jose Faras
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
A CASA AMARELA
[pgina 35 do livro 'Faces de M&!!O']

Uma casa amarela, sua cor ofuscava a noite,
da sua beleza rara , com aquela cor singela...
A pessoa que ali habita, pura alegria,
Por dentro aconchegante, por fora uma magia.

Uma poetisa brilhante...
Com versos encantadores,
Faz de sua vida um prazer,
E cuida de seus filhos dois amores.

O mar sua vida, as praias seu prazer total,
Sua vida to bela, para uma simples mortal...
Ao acordar pela manh, o sol se esbaldava,
E para sua alegria, para ele se preparava.

Durante todo o dia
De sol praia e mar
A tardinha j chegava
Era hora de voltar.

O anoitecer chegando
No via a hora passar,
J contando os minutos
Para o outro dia chegar.

Dia prazeroso, tanta felicidade
Em curtir as praias de sua Cidade
Que faz com que ela fique ainda mais bela...
Mas tem que retornar, para sua casa amarela.
Elaine Mello, este o nome dela.

Por Josias Farias.

NOITE

Noite s e triste a caminhar,
Solido maltrata, lagrimas escorrendo no rosto...
Os pensamentos vagueiam, perdidos,
Loucos, loucos pra te encontrar...

Desejos em ti, so muitos,
Estando perto, ou s de imaginar...
Vontade de ter voc por completo,
Perco-me, de tanto te desejar...

Sua boca gostosa, seus doces lbios,
Seus carinhos em meu corpo, que tentao...
Nossos corpos juntinhos, coladinhos,
Cheios de prazer, muita emoo...

Amando-nos, molhadinhos de suor,
Excitao, ns dois cheios de desejos...
Fazendo loucuras, esquecemos de tudo,
Eu te cobrindo todinha de beijos...

Nosso amor profundo, belo e gostoso,
Tem o antes, o durante e o depois...
Prazeres, felicidade e muita paixo,
So momentos, momentos de ns dois...

Momentos lindos, que se eternizam,
Cheios de prazeres, estvamos nos amando...
Depois acordei, triste e desolado,
Tudo no passava de sonhos,
Eu estava sonhando...

Por Josias Farias

SOZINHO...

Sozinho eu estou, no sei o porqu mas estou,
Amar j amei, mas quem nunca amou...
Sofrer j sofri, mesmo assim graas e dou,
S gostar j gostei, mas todo mundo j gostou...

Vivo sozinho, o motivo eu no sei,
Uma coisa eu digo, muito, muito eu amei...
Feliz acho que j fui, se sou ainda Talvez,
O que posso dizer que j me apaixonei...

Em casa eu s, sozinho h pensar,
Porque estou s, se foi gostoso amar...
Amar com loucura, tudo muito bom,
Talvez no meu caso eu s queira ficar...

noite na janela, olhando as estrelas,
Como o cu est lindo e eu aqui sozinho...
Pensando em voc, nossa que solido,
Lembrando que ali, foi um dos nossos ninhos...

Continuando sozinho lembrando de tudo,
Alm do cu estrelado, um belo luar...
Passado presente, o futuro no sei,
S sei que na minha mente, voc sempre vai estar...

Estando sozinho seja aqui ou em outro lugar,
A solido maltrata como digo em versos meus...
Depois de muito tempo continuo aqui,
Imaginando e lembrando dos gostosos beijos teus...

Voc que me conhece e me v sempre sozinho,
O que pensas por eu estar sempre assim...
Talvez no me entendas, mas o que vou fazer,
S quero que voc nunca se esquea de mim...

De cidade em cidade por onde passei,
Sul, norte e nordeste, eram noite e dias...
Hoje sozinho eu penso e recordo,
Tudo foi muito bom, eram s alegrias...

Todos perguntam, porque sempre sozinho,
Responder eu no sei, s sei que sou assim...
Se gostam ou no, o que vou fazer,
S quero que fiquem pensando em mim...

Continuo sozinho, vivendo a vida,
s vezes feliz dependendo dos dias...
Complicadinho eu sou, espero que entendam
Falar mas o que se eu sou o JOSIAS...

Por Josias Farias.


BIOGRAFIA
Jose Faras

GERENTE OPERACIONAL DE EMPRESA DE TRANSPORTES DESDE 1972 NAS CIDADES DE TERESPOLIS
MANAUS E CAMPOS.
NAS HORAS VAGAS ESCREVO.
PARTICIPO DE CONCURSOS E EVENTOS POTICOS CONVITE DE AMIGOS.
CAMPOS-RJ.

E-MAIL:
j.fariadasilva@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s