s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Dyandreia Valverde Portugal
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Alimento da Alma
Publicado em Antologia Alimento da Alma Vol02

um anjo me perguntou
o que alimenta a alma?
parei com os olhos serrados
e o corao deslumbrado

maginando o silncio
eu ia me transportando
na beleza do sol e do mar
minha alma ia flutuando

senti a brisa do vento
gaivotas bailando no ar
nuvens brancas e fofas
quase consegui pegar

sensao estonteante
me desperta, me distrai
minha alma se alimenta
com as maravilhas do pai

Dyandreia Portugal

Lembranas
Publicado em Antologia Alimento da Alma Vol03

felizes aqueles que tm o que lembrar
lembranas que alimentam nossa histria
felizes ou tristes, infinitas memrias

a me que nina a filha a cantar
o pai que leva a filha a passear
as irms que felizes vo viajar

o av que ensina a neta a nadar
a av que canta para a neta danar
as primas que ficam a gargalhar

os passeios de lancha paquet
o iate clube a desejar
as praias do arraial a felicitar

os primos brincando de se acabar
a tia costurando as fantasias
e as mes compartilhando com alegria

tudo festa, tudo alegria
quando se tem com maestria
lembranas para se compartilhar

Dyandreia Portugal

Cheguei aos 40... E estou feliz por isso!!!
Publicado na Antologia Beco do Poetas Vol.4 A ser lanado

Fiz 40 anos e olhei para traz. Gostei de tudo o que vi. Hoje, olho para frente muito mais animada que aos 20. Hoje j sei o que quero. J conquistei vrias coisas que no imaginava e agora vou conquistar as coisas que imagino. Agora tenho certeza de que vou conseguir. Quando temos 20 anos no sabemos na verdade por onde ir, como ser, e o como conquistar. Mas aos quarenta, sabemos exatamente o que queremos, sem dvidas ou angstias.

Quando eu era criana, percebia que ter 60 anos era estar no final da vida, portanto ter 40 era estar se encaminhando para esse final. Mas, surpresa! A expectativa de vida aumentou e eu j fui a dois aniversrios de 100 anos. Chegar aos 80, hoje comum. Viramos o pas da melhor idade. No sei bem se no final da vida temos a melhor idade, mas com certeza aos 40 somos felizes.

Aos quarenta as mulheres sabem se vestir sem pensar em agradar o outro, mas agradando a si mesma. Ela se arruma tendo certeza de sua capacidade. Usa a maquiagem, bijuterias e perfume na quantidade certa. Sinto-me muito mais interessante aos 40. Perdi a timidez natural e irresistvel dos 20, mas minha segurana me deixa muito mais atraente sedutora. Hoje observo que minha pele no tem a firmeza dos 20 anos e que minhas espinhas foram substitudas por pintas, mas e da? Gosto de cada uma delas, me faz mais feminina. Estou muito acima do peso e detesto ginstica, mas me amo muito mais do que quando eu vivia para agradar ao outro e no a mim. Tenho conscincia do que em mim bonito e no que no , e me acho linda! Alto valorizao? Superego? Confiana demais? Sei l, mas me sinto muito melhor agora do que antes, quando eu me achava totalmente fora dos padres. Por mais que eu fizesse aos 20, nunca era suficiente. Mas hoje tenho o meu prprio padro. Tenho alto estima elevada e prefiro essa opo. muito mais confortvel.

Aos 40 no queremos brigar com o mundo, apenas queremos aproveitar o que de melhor ele nos tem a dar. Buscamos o prazer nas pequenas coisas e fazemos dos grandes acontecimentos, mais uma etapa conquistada e no o motivo de nossas vidas.

A mulher aos 40 ama o seu homem sem medo de ser amada, pois sabe que se ele se for, apenas ter que troca-lo e sua vida no acabar por isso.

Ela conquistou seu espao, j disse ao mundo a que veio e tem sucesso em tudo que realiza, pois segura de si e no tem dvidas sobre onde quer chegar. As dvidas comuns do seu dia a dia no passam de escolhas, que com a experincia que j conquistou at ali, saber resolver.

Hoje percebo que no adianta discutir... perda de tempo! Mostrar meu ponto vista nem sempre necessrio. Ele meu e eu o tenho. Eu vivo com ele, muitas vezes sem querer que os outros o aceitem. Cada um tem o seu momento de perceber o que certo para si mesmo. Apenas exijo respeito. Aos 40 voc pode exigir isso. Voc coerente... Uau!

A mulher aos 40 mostra sua fora de modo sutil, fazendo tudo virar ao seu favor. Ela poderosa. Aos 20 ela escolhida, aos 40 ela que escolhe. Ela determina. Sabe exatamente o que quer e como conseguir. A mulher aos 40 gasta mais, pois ganha mais. Consegue adquirir coisas e ir a lugares que aos 20 apenas sonhava. Agora ela sabe usar o dinheiro.

Dizem que 40 a idade da loba. Hoje sei exatamente o que isso significa, pois me sinto uma fera mesmo. No sei como ser daqui para frente, mas isso no uma preocupao como era aos 20. O que vier, da forma que vier, saberei tirar proveito. Afinal sou mulher, e tenho 40!

Dyandreia Portugal

Biografa
Dyandreia Valverde Portugal
,
nasceu no Rio de Janeiro em 19 de junho de 1970. Casada, formada e Ps-graduada em Piscopedagogia pela UERJ/RJ. Hoje, mora na Regio dos Lagos do RJ. Escritora e Artista Plstica, adepta ao estilo impressionista, utiliza a tcnica OST. Alm das exposies individuais [nacionais e internacionais], participou de vrios Sales renomados e tradicionais exposies, ganhando menes honrosas, especiais e diversas medalhas de ouro, prata e bronze, bem como trofus de melhor obra do Salo. J participou tambm como convidada de honra e jurada.

Com a literatura Dyandreia teve contato ainda jovem, quando escrevia pequenos contos, histrias de suspense e romances policiais. Na poca da faculdade, desenvolveu a habilidade escrevendo trs livros que no chegou a publicar, mas que serviram de base para diversos trabalhos literrios. Hoje, ela resgata tambm esse prazer. Alm de contos, crnicas e artigos de jornais publicados, ensaia algumas poesias. Participou de livros como co-autora e de algumas antologias. Atualmente prepara-se para publicar seu primeiro livro solo.

associada SBBA, ABD, AFBA e CICESP. Dyandreia ganhou, outorgas especiais, como Medalhas de Mritos Culturais e Cvicos, inclusive da Federao das Academias de Letras e Artes do Estado de SP - FALASP. Comendadora e Chanceler da Associao Fluminense de Belas Artes, Comendadora Gro Cruz da Associao Brasileira de Desenho e Artes Visuais e Dama Comendadora da FALASP e CICESP pelo Mrito Presidente Juscelino Kubtischek. tambm Acadmica das seguintes Academias: de Artes de Cabo Frio ARTPOP, de Letras e Artes da Regio dos Lagos ALeART e Acadmica Correspondente das Academias: de Artes, Cincias e Letras de Iguaba Grande - AACLIG/RJ, de Letras e Artes Paranapu ALAP/RJ, de Letras da Mantiqueira/SP e de Letras e Artes de Itapira/SP. Representante Municipal da FALASP na Cidade de Arraial do Cabo. Est catalogada no Anurio Brasileiro de Artes Plsticas CONSULTE Vol. VII e VIII. E no Catlogo Gallery Art Brazil Vol.II. tambm Curadora de Artes do Espao Cultural Foyer do Teatro Municipal de Cabo Frio e Colunista Social e Cultural do Jornal Foco Lagos.

dyandreia@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s