s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Luis Carlos Silva Santos
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
LGRIMAS DE SANGUE

Quando os joelhos tocarem o cho em desespero
As mos clamando aos cus por alguma ajuda
Um silncio ensurdecedor invadir tua vida e o ar soprar desprezo
Oh alma dilacerada pela infelicidade,a ti no h quem o acuda

No cu procuras por um sinal e teus olhos vermelhos de dor pedem socorro
Em vo clamam e s resta jorrar as lgrimas contidas
O rosto fica molhado e o sangue comea a banhar o corpo, abrindo as feridas
Como conter tamanho sofrimento?O ser procura alvio e um anjo diz:'-De ti corro.'

As lgrimas no pram de cair e a angstia s aumenta
E se sentires intil,no te lamentes,o fim ainda nem chegou
O pior vir e vers que a dor imensa pouca pra quem tem essa sina que atormenta
Chorar pode ser teu nico remdio,deixa-te levar,o teu corpo j se ensopou

A vida assim,no te canses de sofrer,acostuma-te,a dor o acompanhar
Triste,triste,triste...Tu te achas e quando os joelhos sumirem de tanto beijar o cho
Tua alma se arrastar confirmando o teu destino e em teu caminho uma legio o seguir
O tapete vermelho construdo por tuas lgrimas ser teu cobertor e a alegria uma iluso.

PRECE DE UMA CRIANA

Socorro,socorro,socorro... o meu pensamento grita
Minha voz calada,tenho medo,desespero,pavor
No consigo nem imaginar pelo que passei,foi um horror
Esse ser,essa pessoa,esse monstro...argh - o meu corao treme e se agita

No,no,no posso acreditar que isso aconteceu comigo
Esse indivduo inominvel estraalhou-me a pureza
Perdi honra,tranqilidade,ele tornou meu mundo uma tristeza
Minha me tem pesadelos e no colo dela eu peo abrigo...

Manchada estou para sempre,s durmo assustada
Os monstros da minha infncia so to reais por causa dele
Choro,choro,choro tanto que chego a crer que no sou nada
Ser isso verdade? Por favor,algum me ajude e por mim zele...

Meu corpo est destrudo, pode ter conserto mas a mente no
Em minha mente um abominvel-fantasma-real me seguir
Meu Deus!Meu Deus! Alivie esse tormento,segure minha mo
A justia dos homens to bondosa,s a tua me confortar

Ah,espero que no futuro,a dor na alma que sinto agora seja pequena
Um carinho,um gesto de afeto,um abrao perderam o encanto
As brincadeiras de criana no tm mais graa,vivo no pranto
Em pranto temo por outras crianas,salvem-nas,entrem em cena!

CATIVO

No quero,no posso,no devo arrancar do meu peito
A mais nobre de todas as emoes:amar ardentemente
Quero antes o castigo mais cruel,dissolver-me em lquido fervente
A privar-me de ti,mulher do meu destino, e isso no tem jeito...

A tua fonte produz em mim sensaes variadas e gostosas
O nctar que jorra dela alimento sagrado
Quanto mais bebo de tua gua,a fome grita por frutas saborosas
Sacia,amor, tem d de mim,ameniza a vontade desse ser desconsolado

Um gesto ao menos o que espero
Cada elo das correntes desse amor tem o teu nome
Sou cativo,no nego,adoro o fogo do amor que me consome
Preso a ti estou e em zelar por esse amor me esmero...

biografia:
Luis Carlos Silva Santos.

mais comumente conhecido sob o pseudnimo Lo Vincey - Nasceu em 7 de fevereiro de 1969 em Porto Velho,no Estado de Rondnia ,Casado,pai de uma menina e dois meninos,educador e atualmente escritor.Foi criado pelo avs maternos e deles guarda ensinamentos que nortearam sua vida.Pacato desde a infncia, absorveu das pessoas e do mundo que via somente atravs da leitura e da televiso,as sensaes que permeiam seus variados textos.Desde cedo auxiliava os avs no comrcio que tinham. Vendia tambm churrasquinho,vatap,tacac e salgados.Foi um estudante que se manteve no anonimato e dessa poca guarda lembranas de amigos que as circunstncias da vida os levaram. Na adolescncia trabalhou como ajudante de pedreiro,vendedor de flores e catava alumnio para ajudar a famlia e dar a si mesmo o mnimo de prazer.Com muito esforo concluiu o Magistrio na Escola Carmela Dutra...,fez concurso pblico para Professor em 1988 no Estado de Rondnia,foi aprovado e comeou a lecionar.Em 1989 fez vestibular e entrou na Universidade Federal de Rondnia - UNIR no curso de Letras.Nessa poca estudava tarde e trabalhava pela manh em Escolas privadas e noite em Escolas pblicas.A vida para ele era conquistada no dia a dia. Hoje - 2009 - reconhece que teve de batalhar muito para atingir um pouco de conforto,pois j atua na rea de Educao h duas dcadas.Gosta do que faz e se sente mais completo quando escreve.Muitos dos seus textos foram perdidos no decorrer dos anos de batalha,mas recentemente comeou a exercitar o ato de escrever com mais afinco graas a uma amiga que viu nele potencial que ele mesmo no compreende e diz ainda estar treinando para melhorar os que futuramente viro.Lo Vincey um homem que afirma que ' o universo est repleto de histrias que merecem ser contadas ' e,tenta transformar o que v e sente em palavras.

lucapvh948@gmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s