s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Ivan Marinho de Souza
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
O Capito Jernimo

Sou rude como as embarcaes
E velho feito s conchas do mar
Trajado pelo sangue dos peixes
No agrado as sedosas francesas

J dizia minha falecida madrasta
No sou digno nem de prostitutas
Talvez monstros me bolinassem
Se eu resolvesse tomar um banho

Navego atravs de guas perigosas
Comandando marujos gananciosos
Interessados em paixes mundanas
E afogados em canecas destiladas

No tenho moradia perfumosa
Muito menos olho de mrmore
Viajo pela estrada dos tubares
Matando almirantes por diverso

No verso do dirio de bordo
Risquei as coordenadas de Lis
Ilha onde encontrei a vulgar
Em lasciva nudez pecaminosa

Com lbios de frutos marinhos
E seios ondulados de caravelas
Surgiu a cruz da minha luxria
de mulher, completa sereia

Sou o Capito dos delrios
E no passo de um fantasma
Que segue as brisas errantes
Imaginando o que o amor

A Metfora de Cristo

Em pleno domingo dos evangelhos
Cantarolando cantigas complexas
Sete ciganas envolviam os iniciados
Em um ritual secreto de sublimao

Apenas um seria o grande Xam
Capaz de abrir os infinitos chakras
Senhor da luz dos seus ancestrais
E visionrio das parbolas terrenas

Para liberar o ki dos escolhidos
Realizou-se uma dana nmade
Onde o natural marcou presena
E a racionalidade se fez ausente

Gaia enviou seus fiis mensageiros
Eram os quatro espritos elementais
Responsveis por gravar no sangue
As leis paleolticas do paganismo

Com as chaves-mestras da alma
A ponte de ladrilho se iluminou
E o mais humilde levantou vo
Era o nascimento do novo Buda

O Lobo Errante

A noite ilumina o seu uivo
Cano solitria entoada aos cus
Em busca da amada parceira
Milhas distantes do seu corao

Vagueia sem rumo pelo tempo
Por entre vales e despenhadeiros
Atravs de interminveis luas
Ao encontro do seu destino

Com esprito de um cavaleiro
Destemido a enfrentar a morte
Carrega dentro de seu peito
A espada flamejante do amor

Lder de uma alcatia astral
Senhor do mundo selvagem
Encontra na dor das batalhas
As cicatrizes da vitria

Virtuoso em sua fidelidade
Esconde um stigma invernal
Apenas o fim poder unir
O que um dia a vida separou

biografia:
Ivan Marinho de Souza
, nascido em 04 de novembro de 1986, na cidade de Campo Grande-MS, exerce profissionalmente as funes de escritor, roteirista e redator publicitrio. Iniciou sua carreira com apenas 10 anos de idade atravs das composies poticas. Aos 17 se mudou para So Paulo, onde morou por quatro anos, aperfeioando a tcnica literria e adquirindo conhecimento. Nesta poca, tornou-se um grande amante de filmes, desenhos e sries, surgindo oportunidade para ingressar no segmento de roteiros. Quando completou 21 anos, retornou para sua terra natal com intuito de tornar realidade seus projetos pessoais. Hoje, mantm em funcionamento um blog [Pena Mgica] e um site [Projeto Nilus], onde posta semanalmente histrias, poesias, crnicas, pensamentos, artes visuais e novas tecnologias. Faz parte do Grupo Poesistas, e traz recentemente em seu currculo o prmio de primeiro lugar no maior concurso digital de poesias do Brasil, realizado pela Talentos, em mbito internacional. No satisfeito, trabalha diariamente em uma agncia de publicidade, tendo algumas peas no CCSP Clube de Criao de So Paulo.

eriolmala@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s