s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Hortncia Lopes
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

A SAUDADE VOA NO ESPAÇO SIDERAL

Versos embebidos de saudade
Dos momentos de felicidade.
Letras que exprimem a dor;
E retrata o que sente o interior.

Versos que forma a poesia.
Pinta a dor ou a magia.
Sofre e ama acompanha os fatos;
Felizes ou ingratos.
Versos formados na alma

Que alivia produz calma.
Passa e entrelaça todos os sentidos.
E nova mensagem afaga os ouvidos.

Versos de amor e encanto
No céu azul voa e colhe o pranto.
A saudade bilateral;
Voa no espaço sideral.

Versos se encontram nos ares
O coração verseja formam pares;
Revela que ama e sofre pela saudade.
Marcam encontro e exultam de felicidade.

Hortência Lopes

*************************

MARAVILHOSA SURPRESA!

A voz entrecortada pela emoção
Um sorriso nos lábios marcava a sensação.
Dissimulando a fala que estava presa.
Depois de uma maravilhosa surpresa!

Movimentos involuntários nos pés e nas mãos.
A maravilha atingia o coração
Com ondas de maior reflexo na visão.
Uma força protetora e ágil próprio da situação.

Estabelecia o limite máximo
De alegria em grau extremo.
Admirar os olhos com brilho de cristal;
No meio da retina um secreto amor sem igual!

Permanecia a surpresa que agitava
Nem percebia a intensidade que registrava;
O coração esquecera que era órgão vital do corpo.
O pulmão perdido sem respirar por algum tempo.

Um quadro preocupante misterioso
E ao mesmo tempo emocionante e amoroso.
Inerte e desprevenido os olhos encantadores;
Não percebia que era o motivo de grandíssimo amor!

Sem saída desde o primeiro encontro fatal.
Os olhares se cruzaram e fixaram de um jeito tal;
Nova incidência marcada pelo fascínio.
Corpo não comandava o coração e o raciocínio!

Hortência Lopes

**********************

GOTAS DE AMOR E PRECIOSIDADE

A chuva caiu direcionada do alto
A infinita esperança com pingos.
O vento moveu para longe a tristeza;
Vi no céu a grande estrela com luz e beleza!

O vento tão forte sacudia.
Enfurecido com valentia;
Semeou afeto luz e carinho.
Do meu coração retirou o espinho!

A dor foi dissolvida pela chuva de paz
A aflição banida ficou para trás.
O amor brotou acentuado.
Manteve confiante foi abençoado!

Os raios de nova vida eram brilhantes
Deus fortalecia todo o instante.
Veio chuva de agradecimento.
Esse poder enriquecia o pensamento.

Choveu pingo de preciosidade.
Exaltou de Deus a fidelidade.
Choveu chuva restauradora.
Com força protetora!

A família de mãos dadas
Pelo paz respaldada.
O amor interagiu
A vida fluiu!

Hortência Lopes

***********************

AMOR O NÉCTAR DO EXISTIR

Meu coração cantor
Voa como um beija-flor.
Para em alta rotação.
Faz do inverno verão.

Faz melodia açucarada
E delícia embebida.
Majestoso produz sensação.
E uma suave emoção.

Suporta as agruras
Desafios e novas aventuras.
É um coração companheiro.
O amor o envolve ligeiro.

A amizade é o seu elixir
O néctar do existir.
A pureza que veio da natureza.
Satisfaz o espírito com essa beleza.

Interfere no amor
Na alma do cantor.
Cala a voz e ressurgem.
Em coro e imagem.

Passeia dentro do corpo.
Por algum tempo,
Volta com estilo brilha o amor.
Como as penas do beija-flor.

O néctar no beijo
Belo e singelo jeito.
Ternura no olhar.
E encanto para amar.

Hortência Lopes

Biografia
Hortência Lopes
, natural de Ponta Porã, Estado de Mato Grosso do Sul. Sou
formada em Pedagogia pela Universidade Católica Dom Bosco. Resido em Campo
Grande, na Capital do Estado.
Desde a mais tenra idade, já sentia prazer em ler e escrever. Com o passar
do tempo, fui percebendo o meu interesse pelas letras e palavras. Na escola,
me dedicava nos estudos e nas horas de folga lia e escrevia, criava e
brincava com as palavras. Sempre apreciei compor poema e criar versos e
rimas. Era realmente o meu universo, onde os dons poéticos se manifestavam.
Amo também desenho e pintura. A arte me fascina. Sou amante da literatura. A
arte, de um modo geral, me encanta. É uma maneira que expresso os
sentimentos latentes; fazendo um intercâmbio de novas experiências e
interagir através da escrita.
Sou professora e poetisa amadora e estou envolvida nessa nova jornada. Não
pretendo parar, porque é uma das formas de levar o amor para os seres
humanos.
Sou membro efetivo da Academia Novos Poetas Virtuais, cadeira nº 004;
Academia dos Grandes Poetas do Orkut, cadeira nº 005; Academia Virtual
Brasileira de Letras, cadeira 784; Academia Itapirense de Letras e Artes -
FALASP - e outras Comunidades poéticas.
Quero escrever e continuar partilhando os meus poemas com os amigos. Por
esta sublime razão participei em Antologia Alimento da Alma I, Antologia
Alimento da Alma II [Projeto de Jane Rossi e Vinicius Rossi] e Almas
Entrelaçadas, o meu livro publicado.

hl.ximenes@bol.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s