s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Jacinto Euzebio Ferreira
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Esplendor em Cassu

Noite chuvosa em Cau que se passa e o dia vem.
As aves cantam e encantam, animais murmuram.
O Amor compartilhado aquece as famlias com suas afeies.
No amanhecer o sol brilha mostrando o esplendor.

guas deslizam nos crregos e rios de Cau,
Lindas Cachoeiras e beira das guas propicia sensao de paz, amor e alegria.
O cu azul mesmo distante da mais vida aos verdes das matas,
Os animais que pastam as relvas verdes, dividem espao com frondosas arvores que existem.

Economia predominante agropecuria, pequenos agricultores so maioria
Minoria das famlias no campo na cidade se aglomeram
Progresso se acentuam, industrias, usinas que se instalam
Maximizando a escassez trabalhista do campo e da cidade.

O cantar dos pssaros, as plantas e as flores do um colorido especial
Acoplados a doce cano de um casal de namorado, despertando o bem querer.
Tudo torna melhor quando se AMA, a natureza, os animais,
o homem amando a sim mesmo, tendo uma mente voltada a preservao.
No poluindo, Reciclando, Reflorestando, as nascentes e os leitos dos rios,
Agradando assim o criador, que lies deixou...

A chuva que caiu serena e tranqila uma doce cano de vida
O Sol ilumina com nuvens a lhe saudar.
Assim as guas continuam a dar vida e o sol espelhar mostrando
o esplendor da vida e ns aqui a compartilhar...

Noite chuvosa em Cau que se passa e o dia vem.
As aves cantam e encantam, animais murmuram.
O Amor compartilhado aquece as famlias com suas afeies.
No amanhecer o sol brilha mostrando o esplendor.

* * * * *

Um dia no stio

Stio um lugar de multiplicidades de afazeres,
de animais e de frutas no pomar
Os galos cantam no poleiro no despertar da manh,
As galinhas botam e danam no quintal no desenrolar do dia.

Os trabalhos so variados e exaustivos, recompensados com farturas,
A noite serena e tranqila.
Na tuia, no pomar, no curral temos o alimento do dia.

Na brisa mansa, as guas cristalinas a jorrar todo dia,
O precioso liquido passa na bica, para matar a sede de quem fica
Com sua multiplicidade de serventia, caindo no monjolo que feliz assobia.

O crrego passeia no stio, no seu esplendor,
Mostrando as guas transparentes, as areias, e os peixinhos a deslizar,
O uso e o banho ali se fazem sem os peixinhos danar.

O Rio majestoso passa ao largo, mantendo as necessidades dos homens e dos animais, cantando suavemente, levando a paz, o amor e alegria e assim o passar no stio no apontar do dia, na brisa mansa do caminhar sem medo de sonhar ao dormir.

E para finalizar esta poesia,
Um recado amigo a luz do dia,
Assim o stio e sua extenso vertical e horizontal um paraso utpico ao largo do cu.

Mantendo esta preciosidade incalculvel, no poludo, os rios, a flora, a fauna e as matas nos seus leitos a refrescar.
Quem sabe poderemos adquirir crditos para viver definitivo aglomerado ao infinito,
E aqui mantendo as nossas vidas a sorrir

* * * * * * *

Amor sublime

Amor sublime o que sinto por voc
Eu estava caminhando ao seu encontro na perspectiva do encanto
Apenas no peito uma certeza da falta de ti e a nsia de amar
Encontrei voc no alpendre a sorrir a mim espelhar

Voc ali de braos abertos logo me abraar
vislumbrei de felicidade, na hora em que te toquei
senti suas mos nas minhas
Alis no foi eu que te toquei, voc que tocou em mim

como que acordei de um sonho voc ali em frente a mim,
A sorrir segurando nas minhas mos frente a frente,
Puxa que jbilo ser tocado e acariciado pela musa
Da minha poesia que sorria a me amar em seu olhar

- Que bom no esqueceu de mim,
- No esqueci de voc, por isso vim ti v.
- J mim sentia desolada e abandonada
Mas voc chegou pra mim.

Puxa! Transparecia que tudo chegaria ao fim;
e de repente voc raiou para mim
igual um anjo enviado por Deus,
numa proteo sem fim.

Estava estampado de angstias, vivia um caos,
O sol umedecido das minhas lagrimas no brilhou,
mas voc demais, alegria reviveu
brilhou para mim e o amor enobreceu
num amor sublime, sem fim

biografia:
Jacinto Euzebio Ferreira

Jacinto Euzbio graduado em Histria, pela UEG-Quirinpolis, ps-graduado, em histria e historiografia Brasil e Regional. Autor do Livro Esplendor Mensagens, integra a antologia publicada no V Concurso de poesia falada promovido pela editora Kelps Um dia no sitio, como conselheiro tutelar, autor do texto a droga, familia e a religio, publicado na revista pais e filhos. Professor de Histria e informatica.

esplendormensagensparavida@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s