s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Sergio Tavares
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
MADRE TERESA

Dizem que Madre Teresa morreu...
Mas eu no acredito nisso!
No acredito em tudo que os homens falam,
mas acredito no que eles sentem...
Pois ela, a Madre de Calcut,
est viva e eu sinto,
entre os pes que ela repartiu,
entre os sorrisos que distribuiu
e entre os pobres que ela no viu...
- mas eu no acredito nisso! -
pois sei que ela os viu
a todos igualmente,
pois vendo um, somente um, lhe bastou!
E ela viu tantos... e tantos pobres...
que acredito que viu a todos realmente.
Por isso te digo:
No sers pobre porque vives na pobreza,
pobre... no sers se no teu corao te sentires to nobre,
to nobre quanto os sentimentos de Madre Teresa,
pensamentos que te elevam para a nobreza,
e quem assim se sente, nunca morre, sempre viver.
o que sinto por Madre Teresa de Calcut...
e nisso que sempre vou acreditar
por isso eu sei que ela vive e nunca morrer

EU TE PEO PERDO

Eu te peo perdo, por ser to inexato,
por no possuir a claridade desse dia,
por ter uma viso de mentecapto,
por ter a vida, assim, sempre vazia.

Eu te peo perdo, por no estar onde me queres,
por dizer no, quando na verdade te queria,
por sorrir, quando tanto tu choravas,
mas, por chorar, quanto tanto tu sorrias.

Mas no me culpe se tudo deu errado,
se o teu amor nunca foi correspondido,
pois apesar de estar sempre do teu lado,
meu sentimento foi mal compreendido.

Culpe menos ainda o meu verso,
que apenas uma forma de sangria,
, apenas, o reflexo do meu reverso,
e se nasceu foi porque tu morrias.

LGRIMAS

Gosto de falar de lgrimas
essas gotas de puro sentimento
que da alegria e do tormento,
esmorecem a dor deste sofrer.

A forma porque derramas,
se por quem sofre
ou por quem amas
s Deus poder nos dizer.

O verdadeiro sentimento d'alma,
o reflexo, espelho do meu ser,
o que nos entristece e acalma...
Onde? Onde eu posso me esquecer?

Lgrimas, gotas de doce mel,
brilhos nas noites do olhar,
vm cintilantes do cu,
estrelas, estrelas do mar.

Estrelas, sim, pois so belas,
e as mais celestes, no nego,
so as que vm dos olhos dela,
olhos... que hoje esto cegos.


biografia:
SERGIO TAVARES


Sergio Tavares nasceu em 1962, em Piabet, no estado do Rio de Janeiro, onde iniciou seus primeiros estudos, sendo alfabetizado por sua me.
Filho de Maria Nadir Mariz Tavares, professora, e de Ademar Tavares, militar aposentado da Polcia Militar.
O autor escreve desde os quinze anos de idade, inspirado pelas aulas do escritor, poeta e professor de Portugus e Literatura, Luiz Sebastio, do Colgio Duque de Caxias onde estudou o segundo grau.
Em 1982, entrou para a Marinha, servindo no Corpo de Fuzileiros Navais, por vinte e quatro anos, sendo posteriormente, transferido para o Quadro-Tcnico do Corpo Auxiliar, no posto de Capito-Tenente. Atualmente est no posto de Capito-de-Corveta.
Em 2007, foi escolhido para integrar como voluntrio, o 7 Contingente Brasileiro de Misso de Paz no Haiti, tendo sido agraciado com a condecorao da Organizao das Naes Unidas, outorgada aos 'capacetes-azuis' como so conhecidos os soldados da paz. Foi-lhe, tambm, outorgada a medalha Internacional dos Veteranos das Naes Unidas e Estados Americanos, 'pelo culto aos nobres atributos pelos veteranos das misses de paz e, aos relevantes servios prestados ao Brasil, as Foras Armadas, a causa da Paz, e Organizao Brasileira dos Veteranos da ONU e dos Estados Americanos'.
Durante os 27 anos de vida militar, teve a oportunidade de viajar em misso por vrios estados brasileiros e por diversos pases, entrando em contato com distintas culturas que em muito contriburam para a sua viso de mundo globalizado, dentre as quais: Uruguai, Chile, Argentina, Equador, Venezuela, Mxico, Panam, Estados Unidos, Haiti, Repblica Dominicana, Inglaterra, Portugal, Espanha, Holanda, Itlia, Egito, Grcia, Marrocos, Dinamarca, Sucia, Alemanha, Vaticano e Iugoslvia.
Em 1988, formou-se em Cincias Contbeis, pela UNIGRANRIO, e em 2007; realizou ps-graduao em Gesto da Administrao Pblica, pela Universidade Castelo Branco [UCB]. graduando em Letras [Portugus/Literatura], na UCB e, estudante do curso de Direito da Universidade Estcio de S.
Participou da IX Bienal Internacional do Livro da Bahia, realizada em abril de 2009, no Centro de Convenes de Salvador, com o lanamento do livro Pegadas ao Vento.
Autor premiado em diversos concursos nacionais de contos e poesias. Destacando-se no concurso de contos do site Versos e Acordes e Editora Luz do Milnio, obtendo o primeiro lugar, e publicado na antologia: A Nova Literatura Brasileira, sendo premiado com a publicao de um livro individual.

Livros autorais:

Chuva de Lgrimas [poemas] - 1995 - Ed. do Autor
Pegadas ao Vento [poemas] - 2008 - Ed. Litteris
Um Corao Insondvel [poemas] - 2009 - Ed. Taba Cultural.

Antologias:

Uma Viagem pra Pasrgada - [poemas] - Ed. Litteris
A Nova Literatura Brasileira - [contos] - Ed. Luz do Milnio
Preces e Reflexes - [poemas] - Ed. Taba Cultural
Histrias de Amor e de F - [contos] - Ed. Litteris
Antologia de Contos - Ed. Guemanisse
Antologia Literria Cidade - [poemas] - Organizada por Ablio Pacheco
Agenda Literria [2010] - Ed. Litteris
Antologia do Concurso Literrio Cidade de Porto Seguro [contos]
Alguns de seus trabalhos literrios podem ser conferidos no site pessoal [www.sergiottavares.com.br] e no site [www.sergiottavares.com] onde faz a divulgao de assuntos ligados Literatura e Lngua Portuguesa, tais como: concursos literrios, resenhas de livros e notcias sobre a cultura de um modo geral.

afnsergiotavares@uol.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s