s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Maria Magali Miguel de Oliveira [Cnsul - Santo Antnio de Pdua-RJ]
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Boto do esquecimento

Na areia da praia caminhando encontrei-te
Oh! Boto de rosa da paixo!
Ali vestgio deixaste
dos momentos de muita emoo!

Que vividos de grande inspirao
pela suave brisa da noite
se misturando ao corao
aos primeiros raios de sol.

Curvei-me diante de ti...
A espelhar-me naqueles sentimentos
deixados ali no esquecimento
Qual rosa... Senti-me ali!

Magali Oliveira

- - -

Natureza chora

Antes falava da seca
Que maltratava o nordeste.
Agora a chuva veio forte
Parecendo anos guardadas.

E a natureza chora...
E seu choro de muita gua
Faz a seca sentir saudades...
Por ter ido embora.

A plantao se alaga.
A seca d'gua pior
Alaga tudo sem d!
E ai o nordestino chora.

Lamentos, flagelos dali.
Vejo daqui tudo se perdendo.
De camarote vou vendo
Sem nada poder fazer.

Escrevo meu lamento.
Dos dias tristes do nordestino
a natureza destruda pelas foras d'gua
o povo sofrido reza pra seca voltar...
A esperana sofrida, sem saber o que esperar.

Magali Oliveira

- - -

Encontro com Deus

A lgrima da vida
Estendida no rosto
Face esta que reluta
Em ser vida sem luta.

Beijo a face morena
Beijo a face de luz
Beijo o menino do rio
Beijo a mo de Jesus.

Abriu-se um caminho de paz
De alegria e orao
Que numa noite de vero
Embala o amor que traz.

Deus em sua infinita humildade
Alojou-se em meu corao
Que o encheu de alegria e emoo
Dando-me imensa felicidade.

Egosta que sou, quis prend-lo em meu peito.
Fez-me ver que tolice era a minha
Porque nunca havia sado...
Eu que nunca o havia percebido.

Magali Oliveira

biografia:

Maria Magali Miguel de Oliveira
nasceu em Santo Antnio de Pdua-RJ em 17 de dezembro de 1953, filha de Wilson Dias de Oliveira [in memorian] e Maria Miguel de Oliveira [in memorian], professora desde 1973, fez vrios cursos de extenso, seminrios, concluiu o curso superior de Controladoria Empresarial pela FIC-CE. Mora atualmente em Cordeiro-RJ aps alguns anos pelo Nordeste. Desde pequena escrevia poesias em um caderno esquecido pelo tempo e ao encontr-lo pensou em toda alegria e dor guardada em forma de poesias nos versos deixados ali. Trabalhou no jornal 'O Correio da Bahia' - Salvador-BA, foi proprietria da loja 'Look Fashion', do Restaurante 'Terrao Bar' - Recife-PE e da loja 'TnaOnda' - Fortaleza-CE. Participou do Lions Clube Mulher Rendeira no Cear, redigindo e editando a revista mensal do clube, foi jurada do VII FAMP-RJ, suas poesias so recitadas na rdio FM 104, lanou j seis livros, sendo um de contos e um solo. Scia-fundadora da ALLECE - Academia Leonstica de Letras do Cear, faz parte da Academia Feminina de Letras - AFELCE - Fortaleza-CE. Teve suas poesias caindo do cu atravs de um helicptero na Praa do Ferreira, em Fortaleza, juntamente com as de outros poetas. Scia da ACE - Associao Cearense dos Escritores. Coordenadora e organizadora da Antologia dos Poetas Virtuais desde 2006, possui um site em domnio prprio - http://www.poetasvirtuais.com.br - e a coordenao de literatura nordeste pela Liter & Art do Brasil. Scia-proprietria da Estrela Potica Editora e do jornal Palavras ao Vento... - um jornal com cara de revista, voltado para a cultura. Acadmica correspondente da A.C.L.A.C - Academia Cabista de Letras, Artes e Cincias.

magaliestrela@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s