s
s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Fabio Nunes
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

Encontro

Trago um gosto na boca
Um vazio nas mãos
Um arrepio no corpo
Uma saudade que falta
Um sentimento que salta
Incompleto que sou...
Busco meu resto
Sou casa sem teto.
Pedaços de versos
Lágrimas derramadas
Sou viajante pela estrada
Sonho durante o dia
Porta que não abria...
Estrela que irradia
É você quem me desvenda
Invade-me por entre as fendas
Descreve-me com exatidão
Rendido nas tuas mãos
Agora me vem respostas
Que eu nem queria
Dá-me sentido aos dias
É o teu gosto na sobremesa
Jeitinho de menina olhos de princesa
Era você em minha garganta tão presa
A porta que não abria...
A estrela ao meio dia
És inicio...
Eis tu a minha estrada
A musa enamorada
Minha de encarnada
Alma gêmea encontrada
Anjo que se jogou dos céus
O amor nos cobre em véus
Um aperto no peito que não cabia
Tornasse perfeita sintonia...
Um amor que não cabe no coração
O universo conspira em nossa direção
Os anjos entoam uma nova canção
Que nos comprime em um único ser
És tu em minha vida, eu vivo em você
Somos almas apaixonadas
De mãos dadas nessa estrada
De certo nem pela morte separadas
O amor é eterno
Para ele o impossível...
O Nada.

Aracaju, 08 de Março de 2009

O poeta

Palavras pergaminhos da alma...
Pedaços desprendidos de um coração
São vísceras dilaceradas de corpo, alma e coração.
Sangue coagulado motivo jaz desencarnado
Alma ferida... Pela vida [acometida] acolhida.
É folha sem vida...
Semente que germina na gente.
Lágrima feito água corrente.
Cachoeira de emoção.
O poeta faz a tradução.
Em teu pulso no tremor das tuas mãos
Aviventa a sublime emoção.
O poeta é o doce e sal na língua
És luz na penumbra da solidão.
O poeta nos apresenta
Ele nos corteja
Com o café da manhã o almoço
E a sobremesa.
Em bandejas...
O bem e o mal
A vida e a morte
O poeta é o cio
Alma livre em desvario.
O sul e o norte
A mão e contramão
O poeta sua própria tradução.

Obrigado por serdes quem tu és.
Alma de luz!

Aracaju, 22 de Março de 2009

Encontro com a vida

Vou fazer um teste se o essencial é invisível aos olhos...
Vou fechar meus olhos e te descrever...

És ti pessoa iluminada alma fina
Olhos de Mulher sorriso de menina
Tens algo que te ilumina
Um brilho que ofusca que exala confiança
Tens a força de Mulher
Simplicidade de criança
Teu semblante me transmite paz
Tua vida nas mãos do Pai
Ele te guia aonde vais!

Atrás de ti uma legião
São anjos em tua proteção
Potestades, Tonos e Querubins
Milhares de anjos trouxeram você para mim
Oh menina tão cheia de surpresas
Para ti todas as cartas estão na mesa
Minha alma aberta e tão limpa
És tu alma ímpar
Beleza que se confunde com a de uma estrela
Tens brilho de extrema delicadeza...
Em ti minha alma tão presa...
Farei de ti minha rainha, quem sabe baronesa
Fazendo-te dengos e regalias
Todas as noites em tua companhia
Trarei a ti felizes dias...
Na corda bamba da vida...
Anjo em tua companhia.

Aracaju, 22 de Março de 2009

biografia:
Fabio Nunes

Fui concebido em 16 de Outubro de 1976 o ano do Dragão de Fogo, sou Libriano e como tal um eterno apaixonado.
\'O amor para mim é tão necessário quanto o ar que respiro\'
Apaixonado pela alma feminina e por tudo que a envolve.
Tenho 32 anos, três filhos que amo e são a minha base para as tomadas de decisão em minha vida. Cursando o 3º Período Bacharelado em Adm. de Empresas.
Deus sempre esteve e estará em minha vida, pois somos unos, e os teus anjos [amigos] me trouxeram até aqui.
Descobri-me no caminho maravilhoso da poesia, acho que me descobriram [risos].
Minhas Anjas Márcia e Mell. Obrigado.
\'O mensageiro jamais terá maior valor que a mensagem\'

fabionunesadm@gmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s