s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Dulce [Dulcineia] Leal
Nacionalidad:
Portugal
E-mail:
Biografia
O TEU BRILHO
[Nunca se ir apagar]

Pensava que ainda te podia levar
A tocar o mar, o sol e o luar
Te levar a passear
Nos jardins verdes e campos floridos
Que te eram to queridos
Apanhar flores do campo
Com o era o teu encanto
E na praia da Ericeira
S procuravas
Conchinhas coloridas
Deixadas pelo mar
E na concha da tua mo as guardar
E ns sempre tua beira
Teus olhos sorriam
De prazer e satisfao
Naqueles momento simples
Invulgares e banais
Como,.comer um franguinho assado
No banco do jardim em Cascais
E noutros lugares
Naqueles onde te apetecesse
Espontaneamente e sem vergonha dos demais
Momentos de satisfao
Que os vivias com adorao
Querias os saborear at mais no
Saborear a vida com toda a sofreguido
Vida que te fugia velozmente das mos
velocidade da luz, velocidade de um relmpago
Que no te deixava
Tocar o mar, o sol, a lua e o luar
Queria ter-te dado mais
Mas no fui capaz
Os teus olhos fecharam
O teu sorriso desapareceu
Como uma luz que apaga
E a escurido toma o seu lugar
Mas no meio da luz do luar
Essa luz continua a brilhar
Com muita saudade no nosso corao
Fica a iluminar

DULCE LEAL
01-02-2008


O OPOSTO DA TRISTEZA

um estado de alma a tristeza
Que nos leva incerteza
Se a vida uma riqueza
Para ter esta realeza
Pois ela uma certeza
Nesta vida fica presa
Instalando-se com leveza
Mas ns temos uma defesa
O seu oposto que outra realeza
A alegria que a mata com destreza

DULCE LEAL
[22 de Maro de 2008]


********

MULHER

Mulher linda muito adorada
s vezes s tudo, outras nada
Violentada e esquecida
Perdida nos magos da vida

Desejos e sonhos reprimidos
Com desiluso dor e suspiros
Procura na divina orao
A fora para a sua salvao

Luzes cintilantes a envolvem
E as suas dores se dissolvem
Livre, corajosa e sedutora

Ocupa o lugar de vencedora
Sem ela o Mundo no existia
a essncia da existncia

DULCE PAIVA
[22 de Maro de 2008]


***********

Biografa
Dulce Leal
nasceu em Almada. Fez os seus estudos em Lisboa.
Desde muito jovem que gosta de ler e escrever.

Tem uma filha com 18 anos qual dedica todo o seu tempo disponvel e sobretudo de manh bem cedinho que gosta de 'rabiscar'.
Agora disps-se a compartilhar aqui os seus textos.
O seu gosto pela Arte leva-a em algumas alturas da vida a pintar alguns quadros.
Fez parte de um Grupo de Teatro Amador na Cova da Piedade
Assina todos os seus trabalhos com o pseudnimo 'DULCINEIA'

http://recantodasletras.uol.com.br/autor.php?id=33381

ACRSTICO --- AUTOR: Z-ALBANO

M e! Como MARIA...
A fvel em cortesia
R eforando sempre o afecto.
I lustra na sua poesia
A queles que no tm tecto.

D oura! De fino trato
U ma fineza em retrato
L evanta o meu estro, neste poema...
C iente de que estou exacto
E screvo aqui este tema.

P alavras em orao
A consolar o corao
I ndefeso! Com o medo...
V ou entoar esta cano
A fugentando-o...mais cedo.

L iberal! Mas que beleza...
E sta mulher portuguesa
A trai sempre um olhar.
L endo-a! D que pensar...

mdpleal@gmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s