s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Alzh Freitas
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

A MAGIA DA POESIA

Nas madrugadas, colho palavras
Brilho do sol
Raiar de dia, manhã
Já é poesia.

Planto-as
Nas estrelas, nas pedras
Nas folhas, nas flores
Criaturas. Emoção
No lugar mais secreto
De um coração.

Renovo a vida
Da poeta que mora em mim
Com o canto dos pássaros
No cheiro do jasmim.
Orvalho molha minha esperança
Pingo de chuva beija a vidraça

E Deus. Fonte
Fez-me ser rio
Para te encontrar.
Você
Que é meu mar.

FLORES AZUIS

Flores azuis na janela
E eu, debruçada
Imagino no horizonte
A estrada que ainda resta.

No céu
Um branco intenso
Cor de paz
Clarão que ofusca
Meus olhos sem brilho.

A juventude distante
Que se foi sorrindo
Escondeu-se sobre as nuvens.

Eu procuro a alegria
Que agora se maquia
Que se veste de fantasia.

Onde está?
Não sei!
Pelo menos, nesta tarde
Não sei!

MINHA INFÂNCIA

Eu, pequena,
Minhas aventuras
Muitas e grandes.

Brinco de correr
Com as borboletas,
Apanho tanajuras
Aqui, acolá, ali.
Meu pai as frita
Só para mim.

Minha boneca
Era um tijolo
Caiu, quebrou-se
Junto minha infância.

O primeiro Amor
Um artista, Pintor.
Deixou marcas, desilusão,
Tintas eternas
Na tela do meu coração
Que virou poeta.

Durmo só. Telha de vidro,
Lua a olhar para mim
Rezo, chega ele,
Meu anjo querubim.

biografia:

Alzêh Freitas
é pseudônimo de Maria Auzerina de Freitas, pernambucana radicada em Natal há 20 anos. Poetisa, professora, radialista, atriz amadora e membro da SPVA/RN – Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do Rio Grande do Norte e da Articulação de Mulheres Brasileiras – AMB e do Coletivo Leila Diniz – Natal – RN.

auzfreitaspoetas@bol.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s