s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Jean Sartief
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Agonia

Depois que se foi
voc se tornou imenso
e no cabe no papel
nem na razo.

poesia premiada no concurso Zila Mamede


=============================

Quase de novo

Agora vou fechar a boca
e abrir meu peito.
Sorrir mentindo
e correr com medo.
Vou fingir que no sinto
o que me di por dentro.
Agora, vou chorar o que no foi dito
e esquecer o que foi feito.
Quem sabe, desejar o que foi esquecido
e rir do que foi desprezo.
Permitir algo de novo
desde que no venha com os mesmos erros.
Olhar para dentro
e rir com meus segredos
para ver se acabo
com a tristeza do meu peito.

poesia extrada do livro
NA BOCA DAS TUAS PALAVRAS


=============================

SEGREDO

Fui insuficientemente perfeito
para voc me amar.
J no cabem esses olhos em mim.
Como ser forte
e atormentado ao mesmo tempo?
Ensina-me esse segredo
de abrir despenhadeiros
e permanecer ileso.

Poesia extrada do livro
NA BOCA DAS TUAS PALAVRAS, de
Jean Sartief


biografia:

Poeta. At agora tem 3 livros publicados: Entre o Sol e a Lua [1991], Eclipse [2001], Na boca das tuas palavras [2005]. Escreve sobre ecologia e poesia no blog
http://www.floreseversos.blogspot.com
Artista visual - une em seu trabalho a arte e a palavra.

sartief@ig.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s