s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Joey Mussully
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Analfabetismo Biogrfico

Eu me leio na ntida linha do que queria e do que deveria ser;
Leio-me um retirante que foge da seca,
De mochila nas costas procura de subsistncia,
Ou tentando simplesmente existir.

Eu me leio nas entrelinhas do que sou e do que poderia ser;
Leio-me um plgio envelhecido de imagens falidas,
Em verdade algumas falidas e outras enaltecidas,
Mas que diferena faz se em todas no sou eu?

Me leio um desesperado quando vejo que no mais sei ler.
E percebo-me num belo quadro,
Onde sou a sombra e no a imagem.

Hoje Eu Quero Um Amor Retro

Hoje quero ser cafona, retro;
quero ser tudo que o amor me permitir
Pois a lua anoiteceu pela $3>de hoje,
me fazendo sentir sua falta,
A falta que voc faz para completar
o meu cu de estrelas.
Ela apareceu de dia, enquanto
o sol ainda raiava no cu,
Como tentando encurtar a distncia
para poder se enamorar dele.
Tentando mudar at mesmo
as leis csmicas e divinas,
S para que ao menos enquanto ele
no fosse obrigado a deitar-se
E novamente se distanciar,
eles pudessem trocar carinhos
Feitos nas brisas, em toques de seda,
atravs das nuvens de algodo.
Nuvens que ontem
contornavam um casal de mamutes
Seguindo ao fim do mundo,
nos mostrando o caminho da debandada
Para fugir da extino dos sentimentos
e fazer nascer o amor.
Hoje quero colocar uma roupa antiquada
e carregar uma rosa vermelha,
Quero aquecer minha voz berrando que te amo
e preparar uma serenata,
E darei mais um bombom ao meu amor,
no uma caixa, apenas um,
Para cumprir minha cota diria de prazer
e me concentrar nos detalhes.
Quero prov-la o quanto fcil perder o medo
desde que acredite,
Hoje vou mostrar-te o quo gostoso viver
o simples, basta me seguir.
Quero suspirar por msica romntica e chorar
num filme de amor,
Desejo ser brega e danar um bolero
como se fosse minha ltima dana,
E s me sentirei feliz e realizado depois
que caoarem de mim,
J que dos mal amados, s quero ser considerado
um ridculo sensvel,
Pois a cada deboche sofrido, hoje, o amor
bate mais forte em meu peito.

Entregue Por Vontade

Um invasor de domiclios, um invasor de intimidades...
Um invasor de corpos com mandato criminoso nos olhos.
Coloco suas mos na parede e as pernas entreabertas,
Inicio a revista, toco seu corpo e a declaro culpada,
Pois ainda pega em flagrante encontro-a entregue...
Ao ato fora da lei, no a mim ou a outros, a nada mais,
Entregue a seus desvarios, a seus desejos, entregue a si.
Vasculho sua sala e banheiro, reviro seu quarto e mente,
Deixo sua casa, vida e corpo de pernas para o ar
Enquanto busco evidncias a cada canto, buraco e curva.
Vejo-te presa, gargalhando da prpria desgraa,
Gozando em sua posio, algemada ao seu prazer.
Avisada que toda palavra seria usada contra voc,
A ouo proclamar com volpia e depois arrepender-se,
Jurar no mais ceder tentao e repetir o ato delituoso.
E penosamente s naquela tarde, naquela nica tarde,
Pde-se presenciar o golpe perfeito de comparsas que
Venderam suas almas um ao outro... melhor, trocaram,
Para a realizao de um sonho que jamais ser apagado.

biografia:

Carioca, atual morador de Natal- Rn, nascido em 1983 regido pelo signo de Gmeos, um artista por essncia, um escritor por vocao e um poeta por prazer.
Acreditando que as artes elevam a cultura, define a palavra expressa de qualquer forma como a instrutora das massas e a salvao das relaes humanas.

Joeymussully@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s