s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Ademir Braz
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

Indagações
Ademir Braz

Sabe-se das freiras
o reino de Deus.
Mas, para onde vão,
quando morrem, os garis,
os guardas de trânsito?
Os que deserdam
lares e partem
- ó irremediable dolor -
sem palavras ou cismas
em velas enfunadas
para a Grécia?

Para onde vão
Os deuses desterrados
Dos altares
As rumas de relva
Hóstias de luz no inverno
O que fui e se foi
No ar sem proveito?

***

O guardador das pedras
Ademir Braz
Eu nunca guardei rebanhos.
Mas é como se os guardasse.
Fernando Pessoa

A pá retesa a paz da terra
e voa atroz a pedra imota.
Qualquer pá lavra o saibro
se soturno cavo. Tantos
grãos semeio infértil na seara
plaina, que diária é minha faina
entre frutos pecos.

Arlequim dos mortos,
nutro a geração dos vermes
e dou às carpideiras
a noção do nada.
[Soturno, cavo. Chamam-me Santo
os insepultos e Santo ecoam
os mortos que cultivo ao sol]

- Ó grave consciência!
A que serve a pedra vã
aposta em cais e mar
se pássaro nenhum os sobrevoa?
O morto, sim, é vôo perfeito
entre andorinhas e caracóis.
[Um dia, breve, em mim reflexo,
também à terra doarei meus pós].

***

Quermesse
Ademir Braz

Quase contraforte ergue-se o muro.
Luzem nele opalas metálicas
rubis topázios em navalha
metódicas esmeraldas
incrustadas
na gengiva de tijolos nus.
Ruas de luz trafegam sobre o muro.
Detrás do muro:
grades portas janelas [crianças
invisíveis às vezes riem].

Na rua, além do litoral,
sacis e vento inventam cabra-cega
entre saias floridas e quintais.

biografia:

ADEMIR BRAZ


ALGUMA COISA

Ademir Braz é de Marabá [Pará]. Iniciou-se em Jornalismo na \'Província do Pará\', de Belém, em 1972, mais tarde obtendo registro profissional sob nº DRT-154. É advogado desde 2000, formado na primeira turma do campus da UFPA em sua cidade.
Poeta, publicou uma trilogia: \'Esta terra\' [1981, pela Editora Neo-Gráfica, de Belém, edição pessoal rapidamente esgotada]; \'Antologia Tocantina\' [1998], patrocinada pela Fundação Casa da Cultura de Marabá, e produto de pesquisa de 8 anos sobre a poesia produzida em Marabá desde 1917; \'Rebanho de pedras\' [2003], dentro do Projeto Usimar Cultural. Em 2003, participou da VII Feira Pan-Amazônica do Livro em Belém, como palestrante e expositor, fazendo o lançamento de seu \'Rebanho de pedras\'.
Suas poesias constam da IX e X Antologias Poéticas Hélio Pinto Ferreira, Concurso Nacional da Fundação Cassiano Ricardo [São José dos Campos, SP, 1995 e 1996] Edição Comemorativa dos 100 anos do Poeta Brasileiro Cassiano Ricardo. Participou, em 1992, do Projeto \'O Escritor na Cidade\', com palestras em Belém, Santarém, Bragança, Barcarena e Ananindeua, por iniciativa da Secult-Pará e Instituto Nacional do Livro. Medalha de Ouro no III Concurso Nacional de Poesias, da Editora Brasília [DF]. Integra a \'I Antologia de Poetas Paraenses\', [Ed. Shogun, Rio de Janeiro].
Tem contos publicados no III e V Concursos de Contos da Região Norte, Novos Contistas da Amazônia, [Editora Universitária UFPA, Belém, 1995 e 1997]. Em 1997, classificou-se entre os 20 finalistas do Concurso de Contos Guimarães Rosa, promovido pela Radio France Internationale, do qual participaram 1.584 contos de escritores da França, Portugal, Cabo Verde, Angola, Moçambique, Espanha, São Tomé e Príncipe, Uruguai, Japão, Canadá, Alemanha, USA, Colômbia, Bélgica, Noruega, Bolívia, Panamá, Itália, Equador, Argentina, Suíça e Brasil.
Organizou a Antologia do \'II Festival de Poesia, Conto e Fotografia\', promovido pela Secretaria Municipal de Cultura, Desportos e Turismo [Secdetur], lançada em março/2000. Seus versos ilustram o mês de janeiro da agenda \'Brasil - Retratos Poéticos 2001\', publicada por Escrituras Editora e Distribuidora de Livros Ltda., em São Paulo [SP], com circulação nacional e internacional. E estão na antologia \'Poesia do Grão-Pará\', seleção e notas de Olga Savary [Rio de Janeiro, Graphia Editorial, 2001].
Ademir Braz é \'Cidadão Izabelense\', onde residiu vários anos. Também recebeu diploma de \'Honra ao Mérito\' concedido pela Câmara Municipal de Marabá [1987]. Mereceu, do Rotary Club de Marabá, Distrito 4720, uma \'Distinção Profissional\' como reconhecimento pelos relevantes serviços prestados através de sua profissão. \'Jornalista Destaque do Ano - 2001\', segundo pesquisa patrocinada conjuntamente pelo Sindicato do Comércio [Sindicom], Câmara dos Dirigentes lojistas [CDL] e Associação Comercial e Industrial de Marabá. \'Prêmio Buiúna 1999\', conferido pela Secdetur, Associação dos Artistas Plásticos de Marabá e Secretaria Municipal de Educação, como Destaque da Cultura Marabaense.

ademirbraz@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s