s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Ndya Haua Silva Machareth [Cnsul - Campo Grande - RJ]
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

Conte Comigo

Se precisares
De um apoio
Um carinho
Ou um aperto de mão
Pode contar comigo!
Estarei contigo em comunhão...
Se precisares
De uma palavra amiga
Um aconchego
Um colo
Ou uma simples canção
Conte comigo!
Cantarei pra você com emoção...
Se em tuas noites de intenso frio
Não tiveres um agasalho
Uma coberta
Um cobertor
Conte comigo!
Serei teu abrigo
Te aquecerei com amor...
Se nas horas tristonhas
A dor
O choro
Em teu peito o abater
Conte comigo!
Eu virei chorar com você...
Se nos momentos felizes
Sentires vontade de sorrir, cantar
Sorria!
Cante!
Brade bem alto o teu ser
Pois...virei cantr com você...
Mas...
Se em teu desespero
Na tua angustia
Sentires o fúnebre desejo
De não mais viver
Conte mais uma vez comigo!
Virei correndo
E morrerei por você...

Fim de Caso

Sobre o palco de nossas vidas
Encenamos peças
Sem script
Sem correção
Sem direção.
Perfeitamente representamos
O que não mais, representamos um ao outro.
Primeiro ato
Desabafo:
Onde está teu abraço
Onde está a aliança
Que uniu-nos em um laço?
Onde está teu carinho
A mão que afaga
E que aponta os caminhos?
Onde está o enredo
Da canção, que ao medo
Não soube afugentar?
Onde está tua jura
De pra sempre vou te amar!
Segundo ato
O descaso:
Onde está o ouvido
Que nunca ouviu o meu lamentar?
Onde está a palavra
Que não pude escutar?
Onde está a saudade
Que nunca o acompanhou
No regresso ao lar?
Ah, esse tom vermelho
Grifado em seu blusão
Foi essa a condição
Para a cena da traição.
Terceiro ato
O vazio:br>Eu fiquei no palco
De meu quarto sombrio
No imenso palco vazio
Sozinha a interpretar
E, tal qual máscara grega
Eu chorava
Você sorria
E não sei, quem de nós fingia
Com essa vida não se importar.
Sei apenas
Que no fim de cada cena
Duas vidas, que nos assistia
Só choravam, não nos aplaudia.
Quarto ato
O acaso
Apagam-se as luzes
Baixam-se as cortinas
É o fim de nosso caso.

Fragmentos

Foram-se os anos
De sonhos acalentados
Sonhos tão desejados
Sonhos não realizados...
Foram-se os anos
De sonhos perdidos
De um amor não vivido...
Eu pensei por nós
Vivi por nós
Senti por nós
Amei por nós
E você nem percebeu
Que ao procurar por \'Nós\'
Lá só estava \'Eu!\'.
Eu sonhando
Eu idealizando
Eu amando
Eu esperando
Eu sofrendo
Eu querendo
Eu morrendo
Eu tão só!
Eu..
Fragmentos de \'Nós\'
Eu fragmentos em pó.

biografia:

Chamo-me Nádya Magaly Haua Silva Machareth
, mas como é de costume assino apenas Nádya Haua.
Nasci na cidade do Rio de Janeiro, aos 22 de março de 1957, porém meu pai só me registrou em 06 de abril do mesmo ano, isso significa que comemoro meu aniversário duas vezes.
Sou professora graduada, em Pedagogia, com ênfase em empresas, leciono para o Ensino Fundamental e, Sociologia, Filosofia e Psicologia da Educação para o Ensino Médio, assim como Projetos Pedagógicos, Palestras, Dinâmicas, Alfabetização de Adultos, Orientação Educacional.

Cursos:
Colóquio Internacional Sobre Acolhimento familiar - Centro De Convenção do Ministério Publico Do Estado Do Rio De Janeiro.
Artes plásticas.
Artesanato.
Técnica De Redação e Interpretação.
Psicologia da Aprendizagem.
Casada, mãe de duas lindas jovens, Daniele, psicopedagoga e Priscilla, Técnica em Enfermagem.
A poesia surgiu em minha vida quando ainda menin, em sala de aula. Ali plantei a primeira sementinha e dessa árvore frondosa colho hoje os saborosos frutos.
Antes de conhecer a Litteris Editora, na qual estou há 14 anos, participava de concursos de poesias, em vários bairros de minha cidade e sempre conquistando prêmios.
Na Litteris Editora participo de concursos antológicos e graças a Deus sendo sempre agraciada, em meus poemas. Mas foi no ano de 1997, que conquitei o 2º lugar em âmbito nacional, em Cartas e Escritos de Amor com a poesia SAUDADES, feita em homenagem ao meu saudoso e querido irmão El Mustaged Bella Delatte.
Além das inúmeras poesias tenho diversas histórias infantis, contos, cartas de amor, memórias, homenagens a grandes nomes de nossa literatura e sociedade.

Minhas Publicações:

Livro Didático Do escritor - faces - 2006
Amor Sublime Amor - Comparações - 2005
101 Mensagens Para mamãe - Mãe querida - 2004
Poesia Viva - Simples Assim - 2004
Poesias De Amor Para Sempre -Lembrança II - 2004
Grandes Escritres - lembranças - 2002
Asas da Imaginação - Nós - 2001
Novos talentos da Literatura - Tempo - Silêncio e Maria - 2000
Anuário De Escritores - Uma Canção Natalina - 1999
Cartas E Escritos De Amor - Saudades - 1997
Anuário de Escritores - Ruanda - 1996
Anuário De Escritores - Velho Amigo - 1995
Nos Vôos Da Imaginação - vazio - 1994
V Concurso Augusta Esteves De Poesias - Ousadia - 1993
Seleção Palavras em Cores - Crer No Ser - 1992
Escritores E Escritoras De Ouro - Há Um Cristo No Ar - 1991
Anuário De Poetas - a Cria - 1991
Mergulho Na Solidão - Poesias - 1990 - Produção Independente.
Além dos livros, meus escritos podem ser visualizados em minha Home Page:

http://www.simplesmente.poeta.nom.br

Nádya Haua
Simplesmente Poeta

Rio de Janeiro - 04/05/2006


 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s